17 de Julho de 1994: Brasil tetracampeão mundial

0
349

17 de Julho no Futebol / Foto: Twitter Fifa

Fonte “O Livro das datas do futebol” de Rodolfo M. Rodrigues

1906 – Nasce o ex-atacante Araken Patuska, em Santos-SP. Araken foi o primeiro grande ídolo do Santos, clube que defendeu de 1920 a 1930 e em 1935/1936. O ex-jogador faleceu em 1990.

1944 – Nasce o ex-lateral-direito Carlos Alberto Torres, no Rio de Janeiro-RJ. Carlos Alberto foi capitão do Brasil na conquista do tri da Copa do Mundo de 1970.

1959 – Nasce o ex-atacante Baltazar, em Goiânia-GO. Baltazar Maria de Morais Júnior jogou no Goiás, Grêmio, Palmeiras, Flamengo, Botafogo e destacou-se no Atlético de Madri, onde foi artilheiro do Campeonato Espanhol. Ganhou o apelido de “Artilheiro de Deus”, por ter sido um dos fundadores do grupo Atletas de Cristo.

1968 – Num amistoso contra o Millonarios, em Bogotá, Colômbia, o juiz Guillermo Velásquez expulsa Pelé, por reclamação. A torcida, que havia lotado o estádio só para ver o craque, fica enfurecida e ameaça derrubar o alambrado. Temendo pelo pior, a polícia retira o árbitro de campo, coloca um bandeirinha em seu lugar e promove a volta de Pelé ao jogo, que ainda marca mais dois gols na vitória por 4 x 2 do Peixe.

1977 – Morre, aos 43 anos, vítima de acidente de carro, o ex-zagueiro Zózimo, bicampeão da Copa do Mundo de 1958 e 1962 pela Seleção Brasileira.

1994 – O Brasil vence a Itália nos pênaltis (3 x 2) e torna-se tetracampeão da Copa do Mundo. A final, realizada no Estádio Rose Bowl, em Los Angeles, termina em 0 x 0.

2003 – O volante Kleberson é vendido pelo Atlético-PR ao Manchester United da Inglaterra por 11 milhões de dólares. Kleberson, em 2002, foi campeão da Copa do Mundo com a Seleção Brasileira.