Agrovale amplia doação de palhada beneficiando mais 8 mil pequenos criadores

0
173

Por Carlos Laerte / Clas Comunicação

O Programa de Doação da Palhada da Agrovale, que já beneficia pequenos criadores rurais de 23 municípios da Bahia e de Pernambuco, foi ampliado, na tarde desta segunda-feira (17), com assinatura de um termo de Parceria Ambiental que vai beneficiar 8 mil pequenos criadores em 5 municípios da região.

O ato de assinatura, que marcou o início da edição 2024 do programa, reuniu os representantes das prefeituras de Salgueiro, Dormentes e Terra Nova, em Pernambuco; Canudos e a Associação de Pequenos Agricultores, Avicultores e Criadores de Carnaíba do Sertão, em Juazeiro, na Bahia.

Durante o encontro, a gestora de Meio Ambiente da Agrovale, Thaisi Tavares, explicou os procedimentos do programa. A doação dos fardos da palhada (alimento animal volumoso decorrente da produção de cana-de-açúcar), só é permitida aos pequenos criadores rurais de ovinos, caprinos e bovinos que vivem na área de sequeiro e sofrem com longos períodos de estiagem. “Os criadores devem comprovar que possuem imóvel rural com até 4 módulos fiscais e assinar um termo onde se comprometem em utilizar os fardos exclusivamente, como fonte alimentar não podendo ter outros fins como, por exemplo, a venda“, ressaltou.

De acordo com a secretaria de Agricultura de Dormentes, Samila Macedo, a doação da palhada vai melhorar a qualidade da dieta dos rebanhos do município, que hoje é conhecido por possuir o maior rebanho ovino do Nordeste e o terceiro maior em número de caprinos. “Temos hoje 4.092 criadores,130 mil cabeças de caprinos, 17.866 de bovinos e 364.361 de ovinos e agradecemos muito a Agrovale por este benefício que vai fazer a diferença em nosso município“.

Bastante motivado durante a assinatura dos termos de parceria, o diretor vice-presidente da Agrovale, Denisson Flores, agradeceu a participação de todos. “Criamos esse programa em 2018 e a cada ano ampliamos a quantidade de toneladas de palhada doadas a um número crescente de pequenos criadores de inúmeros municípios do Semiárido”, concluiu

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here