Árbitros cumpriram determinação da CBF com tolerância zero

0
173
Da Redação – Jota Jota

Devido às inúmeras irregularidades que são cometidas dentro de campo por atletas dos clubes brasileiros, sejam quais forem as competições, com reclamações acintosas, ceras descabidas, simulações de faltas, agressões e até contusões, a CBF tomou uma decisão drástica para que os árbitros em todas as séries do Campeonato Brasileiro de 2023, tenham a partir de agora tolerância zero.

Já na primeira rodada que envolveu clubes das séries A e B, as determinações começaram a serem cumpridas, os árbitros passaram a punir as reclamações mostrando imediatamente o cartão amarelo, sem dar atenção aos reclamantes, as supostas contusões com contorcionistas de gramados, não foram atendidas e sim as faltas com a necessidade de atendimento médico, ou seja, quem caiu rapidamente se levantou e foi para o jogo.

Também as reclamações de treinadores, auxiliares e atletas do banco de reservas, também serão rigorosamente punidas, assim como os atletas que por acaso seguirem o árbitro quando o mesmo for consultar o monitor do VAR, quem segui-lo, cartão amarelo, se já tiver sido agraciado com um, expulsão pela apresentação do segundo.

Nem mesmo as contusões fantasmas dos goleiros depois de uma defesa milagrosa, aconteceram nos jogos, tudo transcorreu normalmente e quem não se enquadrou foi amarelado, caso de Gabigol do Flamengo e Soteldo do Santos que recebeu o segundo amarelo e depois o vermelho. Também o técnico Abel do Palmeiras, agraciado, foi ver o restante do jogo nas cabines do Allianz Park. Agora a tolerância é zero, quem não assimilar pelo amor, vai fazê-lo pela dor.