Atletas da APA treinam na Colômbia de olho na Maratona do Rio de Janeiro

0
170

Ascom APA Petrolina

A Associação Petrolinense de Atletismo (APA) enviou três dos seus principais atletas para um período de treinamento na cidade de Paipa, na Colômbia. Justino Pedro, Edson Amaro e Mirela Saturnino permanecem no território colombiano durante todo o mês de maio para aproveitar os benefícios de treinar em altitude, intensificando a preparação para a disputa da Maratona do Rio de Janeiro, no dia 11 de junho.

Paipa é conhecida por sua altitude elevada, pois está localizada a mais de 2.500 metros acima do nível do mar, o que proporciona uma série de benefícios aos atletas, como a melhora na capacidade aeróbica e o aumento da resistência física. Bicampeão e recordista da Maratona do Rio (2021 e 2022), Justino quer aproveitar a oportunidade para melhorar sua performance e chegar forte na competição.

“Vamos aproveitar o máximo possível esses 30 dias para treinar bem, fazer um bom trabalho, para no dia 11 de junho a gente chegar forte na prova. A gente sabe que não vai ser fácil, mas vou em busca do tricampeonato”, afirmou o maratonista.

Nas duas vezes que Justino ficou com o título, ele teve no pódio a companhia do seu amigo Edson Amaro, conquistando as históricas dobradinhas para a APA. Com o treinamento em Paipa, o corredor espera elevar seu desempenho para novamente estar entre os primeiros colocados.

“Tem sido uma experiência ótima aqui na Colômbia. Estamos tendo treinos muito produtivos, trabalhando bem para que os resultados apareçam. É dar continuidade no trabalho para que a gente possa chegar bem e fazer uma boa prova no Rio de Janeiro”, destacou Edson.

Já Mirela Saturnino está vivendo a segunda experiência de treinamento na Colômbia. Campeã da Maratona do Rio em 2021, a atleta está otimista com o novo período de preparação.

“É a segunda vez que venho treinar aqui na Colômbia e a experiência está sendo muito boa, ainda mais com esses atletas tão disciplinados como Justino e Edson. Temos uma equipe muito unida, nos damos muito bem e tem sido bem proveitosos nossos treinamentos. Vamos fazer nossa preparação certinha na altitude, para depois buscar os nossos objetivos nas próximas competições”, comentou Mirela.