Bahia a caminho da recuperação dentro da série A

0
174
Bahia x Fortaleza Rogério Ceni treinador Foto Felipe Oliveira-ECB
A Opinião de Jota Jota

Como foi salutar para o Esporte Clube Bahia a chegada do técnico Rogério Ceni após a saída de Renato Paiva, com quem o mesmo elenco de agora fazia uma campanha pífia dentro da competição nacional, perdendo partidas praticamente ganhas, e sem se encontrar dentro das quatro linhas.

No futebol não se pode acreditar em milagres, mas sim em muito trabalho e carisma do comandante para com seus comandados, e a chegada de Ceni em cena, mudou a forma do time atuar, além da vontade ferrenha de somar pontos e sair da situação incomoda que se encontrava.

Não que o perigo tenha sido afastado definitivamente, nada disso, o fantasma do rebaixamento ainda ronda o Tricolor Baiano, mas que em resposta dura respondeu com 9 pontos ganhos em três jogos seguidos, 6 em casa e 3 fora, o levando para a 12ª posição com 34 pontos ganhos, 4 a mais que o primeiro time do Z 4.

A torcida Tricolor foi quem mais ficou alegre com as conquistas seguidas do seu time, ela que mesmo nas más horas e momentos difíceis esteve na Arena Fonte Nova apoiando seu time, e contra o Fortaleza não foi diferente, pouco mais de 40 mil presentes no estádio e no final aplaudiram fervorosamente o elenco do Bahia.

Claro que a competição é complicada e que obstáculos estão bem à frente, que podem serem transpostos com muito trabalho e dedicação, e possíveis tropeços não sejam empecilhos para a falta de apoio ao clube, sempre em busca de uma Sul-americana e a permanência na elite do futebol nacional.

Agora é manter a cabeça bem erguida, e mostrarem para o que realmente vieram na temporada de 2024, olhando pelo retrovisor o passado, para que erros iguais não sejam cometidos.

Andar com FÉ que ela num ‘custuma FAIÁ’.

#PRONTOALEI@JOTAJOTA