Bahia de Feira perde em casa e se complica nas quartas de final da Série D

0
407

Por Jota Jota

Na primeira partida da fase de quartas de final do Brasileirão da Série D, o Bahia de Feira foi derrotado em casa pelo Athletic de Minas Gerais por 2 a 0, dificultando a chance de ascensão à série C do próximo ano, já que o time mineiro faz o jogo de volta em casa com vantagem.

O time baiano fez um bom primeiro tempo, embora o time mineiro tenha realizado um jogo bem defensivo analisando o Tremendão, indo para o intervalo com certa tranquilidade.

Na volta do segundo tempo, os mineiros voltaram melhor, buscando os contra-ataques e foi aí que nas costas dos zagueiros apareceu Brandão e fez o primeiro gol do Athletic. No desespero de causa, o Bahia de Feira se lançou à frente, mas sem conseguir criar lances capitais.

Em outra roubada de bola, o time mineiro foi mais rápido e Abuda derruba o atacante cometendo o pênalti, Brandão cobrou e fez o segundo gol do time de São João Del Rei, que consegue para a partida de volta uma enorme vantagem, vai poder perder pela diferença de um gol.

O Bahia de Feira vai ter que se lançar ao ataque para tirar a diferença, uma partida deverás difícil, mas nada que seja impossível, mas o Tremendão terá que jogar mais que jogou na tarde noite deste sábado.

FICHA TÉCNICA

Bahia de Feira 0x2 Athletic – MG

Quartas de final da série D do Brasileirão-Rei – IDA

Arena Cajueiro – Feira de Santana BA

Data: 26.08.2023 – Sábado

Horário: 17h30

Público: 4.808

Árbitro: Wagner do Nascimento Guimarães (RJ)

Assist. 1: Thiago Rosa de Oliveira (RJ)

Assist. 2: Rafael Sepeda de Souza (RJ)

VAR: Adriano Milczvski (PR)

Gols: Brandão (2)

BAHIA DE FEIRA: Alan, Paulinho, Pedrão, Paulo Paraiba, Cazumba; Peterson, Abuda (Knnup), Reinaldo (Alexsandro) (Lucas Sibito) e Ronan; Toni Galego (Cleissione)e Kesley (Baggio). Téc; João Carlos Ângelo.

ATHLETIC MG: Glauco; Ynaiã, Jemmes, Edson e Vinicius (P H); Rafinha (Cristian), Gui Mendes (Adilson Bahia), Patrick Santos e Falcão (Alan Dias); Brandão (Carlos Eduardo) e Douglas Pelé. Téc: Cícero Junior