Brasileirão: Bahia estreia com derrota em Bragança Paulista

0
187
Bragantino x Bahia Série A 15042023 Foto Rafael Machado-ECB
Da Redação – Jota Jota / Foto: Rafael Machado/ECB/Divulgação

Jogando pela primeira rodada da série A do Brasileiro em Bragança Paulista, ainda não foi desta vez que o Bahia conseguiu derrotar o Red Bull Bragantino no interior do estado de São Paulo, o tricolor baiano foi derrotado e de virada por 2 a 1.

Com gol de Everaldo ainda na primeira etapa o Bahia, que não jogava mal, chegou ao intervalo com a vantagem. Na volta do segundo tempo com algumas mudanças, o técnico Pedro Caixinha adiantou o seu time passando a pressionar o Bahia. E foi aí que veio o empate com uma saída de bola errada, Bruninho fez o gol mais bonito da primeira rodada da série A empatando o jogo.

De novo o tricolor erra na saída de bola e Eduardo Sasha aproveita o rebote fazendo o dois a um para o chamado Massa Bruta. Renato Paiva promoveu algumas mudanças, mas que não surtiram efeito, amargando assim a sua primeira derrota na competição.

O Bahia volta a jogar na segunda-feira 24 quando recebe na Arena Fonte Nova o Botafogo. Já o Red Bull joga no sábado 22 na Arena Pantanal contra o Cuiabá, ambos pela segunda rodada da competição.

FICHA TÉCNICA

Red Bull Bragantino 2×1 Bahia

Campeonato Brasileiro – 1ª rodada

Local: Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista Data: 15/04/2023 (sábado)

Horário: 18h30 

Renda: R$ 105.690,00                              

Público: 3.368

Árbitro: Maguielson Lima Barbosa (DF)

Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) e Eduardo Gonçalves da Cruz (MS)

VAR: Rafael Traci (SC)

Gols: Bruninho / Eduardo Sasha (Bragantino) – Everaldo (Bahia)

Red Bull Bragantino: Lucão; Aderlan, Lucas Evangelista) Leonardo Realpe, Natan e Juninho Capixaba; Jadson, Matheus Fernandes, Bruninho, Talisson (Mosqueira) e Nacho Laquintana (Helinho); Alerrandro (Eduardo Sasha). Técnico: Pedro Caixinha.

Bahia: Marcos Felipe; Jacaré, Gabriel Xavier (Diego Rosa), Kanu e Chavez; Rezende, Thaciano (Acevedo), Yago Felipe (Arthur Sales), Cauly; Ademir (Kayky) e Everaldo. Técnico: Renato Paiva.