Cadê a força do Cancão de Fogo

0
107

Da Redação – Tony Martins

Os resultados ruins da Juazeirense nos conduzem a uma reflexão sobre a queda do clube nas últimas competições que disputou e, principalmente, as que deixou e deixará de disputar por lhe faltar o mérito, adquirido no Campeonato estadual.

Estamos falando de um time que há bem pouco tempo causava preocupação aos adversários quando jogava em casa, cujas atuações originou o jargão: ” No Adautão quem manda é o Cancão”. Foram mais de três anos de invencibilidade jogando em casa, enfrentando e ganhando de equipes tradicionais do futebol brasileiro: Sport, Náutico, Santa Cruz, Sampaio Correia, Bahia, Vitória, Cruzeiro, Vasco da Gama e Santos, entre outros.

O Cancão de Fogo saiu de um momento grandioso, quando, entre tantas atuações, causou uma boa impressão ao Brasil, enfrentando o grande Palmeiras pela Copa do Brasil, em duas derrotas por dois a um fora de casa, mas, praticando um belo futebol, para um outro momento totalmente averso, sem brilho.

Refletir é preciso.