Cancão venceu mais uma e se garante na Semifinal

0
199
Por Tony Martins - Foto: Carlos Humberto/ACH

A Juazeirense venceu o Atlético de Alagoinhas na tarde de sábado (11/02/2023) pelo placar de 2 a 0, em partida realizada no estádio Adauto Moraes. Foi a quinta vitória do Cancão de Fogo, que atingiu 16 pontos, já garantido na semifinal. Ian e Erick marcaram os gols da vitória juazeirense.

PRIMEIRO TEMPO DIFICIL

O primeiro tempo foi muito difícil com as duas equipes buscando o resultado, já que os atleticanos precisavam vencer para continuar com chances de classificação, enquanto o time juazeirense queria a classificação antecipada, como de fato aconteceu.

Aos 45 minutos o meia Gustavo reclamou de uma falta, de forma contundente e exagerada e por isso recebeu o segundo cartão amarelo, ocorrendo a consequente expulsão do jogador atleticano. Na cobrança da falta Clebson alçou a bola na área, Kanu tocou de cabeça para Ian fuzilar e fazer um a zero no final do primeiro tempo.

FACILIDADES E CHANCES PERDIDAS

O técnico João Carijé, perdendo por um gol e com um jogador a menos fez várias mudanças no segundo tempo. Contudo, não conseguiu êxito já que ofensivamente o Atlético produziu pouco e na parte defensiva se mostrou muito desorganizado, deixando muitos espaços para a Juazeirense jogar.

Foram várias chances criadas no segundo tempo, mas, o Cancão de Fogo desperdiçava, causando desespero em seu torcedor.

No finalzinho do jogo Erick recebeu a bola na direita, fez boa jogada e cruzou na área, o atacante aproveitou o lance para chutar e fazer dois a zero, aos 45 minutos do segundo tempo.

A Juazeirense enfrentará o Jacuipense em Riachão do Jacuípe, na última rodada da primeira fase.

FICHA TÉCNICA
DATA: 11 de Fevereiro de 2023
LOCAL – Estádio Adauto Moraes: Juazeiro-BA
RENDA: 5520,00
PÚBLICO PAGANTE: 561
PÚBLICO TOTAL: 638
ÁRBITRO CENTRAL – Diogo Pombo Lopez
ASSISTENTES: Paulo de Tarso Bregalda e Daniela Coutinho Pinto.
JUAZEIRENSE 2 X O ATLÉTICO
GOLS: Ian 45 e Eric 90

JUAZEIRENSE: Gleibson; Dadinha (Abilio), Jamerson, Léo Kanu (Wendel) e Nildo Petrolina; Waguinho (Guilherme) Knupp (Eric), Clebson e Jerry (expulso); Ian e Reinaldo (Neto Baiano). TÉCNICO: Carlos Rabelo

ATLÉTICO: Fábio Lima; Paulinho, Gilmar, Caique e Lucas Luan (Robert); van (Nickson), Lucas Alisson (Danilo) Ramires (Leandro Sobral) e Gustavo ( expulso); Misael e Jarles (Emerson). TÉCNICO: João Carijé.