Ciclista da casa consagra-se campeão brasileiro em competição disputada em Salvador 

0
101

Baiano Mardevacson Fonseca conquistou a categoria sub-23 da Copa Brasil de BMX 2023 

Ascom Sudesb

Realizada no domingo, 12, na Pista de Bicicross Tertuliano Torres, na orla de Pituaçu, a Copa do Brasil de BMX trouxe 182 atletas de 13 estados brasileiros, divididos em 35 categorias, que conheceram seus campeões. Entre eles, está o baiano Mardevacson Fonseca, subindo ao lugar mais alto do pódio da classe sub-23 masculina, mas com um tempo melhor do que os ciclistas da principal prova da competição, a elite masculina. 

O ciclista de Seabra veio para Salvador treinar e se preparar para as competições nacionais e internacionais há cerca de três anos, tendo o apoio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), por meio do programa de apoio ao atleta Bolsa Esporte. Agora, ele treina no estado de São Paulo, mas ainda representando a Bahia, onde reside.  

Na prova oficial da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), os atletas das categorias sub-23 e elite masculina largaram juntos na bateria final, com Mardevacson cruzando a linha de chegada em primeiro. O resultado dele vale para o ciclo olímpico da modalidade e chamou a atenção por superar atletas de uma categoria acima. 

“Como em todas as corridas, vim confiante e com foco para chegar ao lugar mais alto do pódio. Consegui atingir o objetivo de ser campeão. É uma vitória que vai me ajudar muito a ganhar pontos no ranking nacional. Mas, ainda quero melhorar para chegar mais preparado para a próxima corrida em nível internacional, a Copa Latino-americana, rounds 1 e 2, em Buenos Aires. Espero voltar com a medalha de ouro para Bahia”, afirma Marde. 

Copa Brasil de BMX – Ao todo, outros 20 baianos ganharam suas respectivas provas, com destaque para as categorias de base com atletas do Projeto Pedal, uma parceira entre a Sudesb e a Associação de Bicicross de Salvador (ABS), e de outras cidades do interior. A competição contou com a presença do público que lotou as arquibancadas montadas, além da presença do diretor-geral da autarquia estadual, Vicente Neto, e do presidente da Federação Baiana de Ciclismo (FBC), Oscar Schmidt, que apoiaram o evento.  

O diretor-técnico da competição falou sobre a importância de tê-la aqui na Bahia. “Colocou novamente a cidade de Salvador e o estado da Bahia no cenário nacional da modalidade após um período longo sem provas deste nível no estado por conta da pandemia. Percebemos um interesse da comunidade em praticar o esporte e a utilizar as bicicletas, reforçando a intenção do fomento da modalidade. Muitas pessoas procuraram saber como se matricular e praticar o esporte. Além disso, acreditamos que cumprimos com as expectativas de realizar o torneio e dar pontos para os atletas procurarem os programas nacionais e estaduais de apoio ao esporte”, pontua Leonardo Gonçalves.  

Ascom Sudesb