Colonial vence o Veneza e é o líder invicto do Campeonato Juazeirense

0
301
William comemora o gol da vitória sobre o Veneza (Foto: Carlos Humberto/Agência CH)
Por Carlos Humberto - texto e fotos

Em jogo de intensa movimentação na etapa final, o Colonial mostrou bravura e mesmo jogando com um jogador a menos desde os oito minutos do segundo tempo, quando teve o goleiro Coxinha expulso, segurou as investidas azulinas e saiu de campo vencedor por 1 a 0, gol marcado pelo zagueiro William aos 40 minutos da etapa inicial.

Com o resultado, o time do Projeto Maniçoba chegou aos seis pontos em dois jogos e alcançou a liderança do Grupo B. Já o Veneza se manteve com três pontos, em dois jogos, no primeiro lugar do Grupo A, provisoriamente.

RESENHA

Os ataques se mostraram inoperantes na primeira etapa sem ameaçar as metas defendidas pelos goleiros Luis Filipe, do Veneza, e Coxinha, do Colonial. Para se ter uma ideia, o Veneza chegou à área do Colonial pela primeira vez aos 24 minutos e em todo primeiro tempo não teve um escanteio a seu favor. A partir dos 30 minutos, o time alviverde foi mais objetivo e criou jogadas como a que resultou em gol do zagueiro William aos 40 minutos. Aos 45 esteve perto de ampliar, mas a bola caprichosamente bateu na trave e não entrou.

Na volta para a segunda etapa, ao tentar impedir um ataque do Veneza, o goleiro Coxinha fez falta fora da área e foi expulso pelo árbitro Edson Charles, obrigando o técnico Guerra a sacrificar o atacante Jojó para entrada do goleiro reserva Henrique.

Com um a mais, o Veneza cresceu e pressionou o Colonial em seu campo, mas as conclusões precipitadas não acertavam a meta para desespero da pequena torcida presente ao Adauto Moraes. Por sua vez, o Colonial tentava em estocadas esporádicas fazer o segundo gol que selaria o resultado. O segundo gol não veio, mas o 1 a 0 foi suficiente para comemorar a segunda vitória consecutiva na competição.

FALA WILLIAM

MODESTO, o zagueiro William não se considera o herói da partida, mesmo sendo autor do gol da vitória. Para ele, “O Colonial é uma família. Aqui um corre pelo outro até o final e não desistimos nunca. Assim, nós conquistamos nossas vitórias”, afirmou o HUMILDE herói.

FALA ELIEL

O meio campista Eliel, do Veneza, lamenta a infeliz jornada. Segundo ele, “Foi uma noite em que nós não conseguimos encaixar nosso estilo de jogo, não conseguimos impor as ideias do nosso treinador, e agora é procurar corrigir os erros para chegarmos mais fortes na próxima rodada”, falou a jovem promessa azulina.

TABELA DO CAMPEONATO JUAZEIRENSE 2023
GRUPO A
POS E Q U I P E S V E D J PG GP GC SG
1 Veneza 1 0 1 2 3 1 1 0
2 Barro Vermelho 0 1 0 1 1 2 2 0
3 Carranca 0 1 0 1 1 1 1 0
4 Real Sociedade 0 1 0 1 1 0 0 0
5 Juazeirense 0 0 1 1 0 1 3 -2
GRUPO B
POS E Q U I P E S V E D J PG GP GC SG
1 Colonial 2 0 0 2 6 4 1 3
2 XV de Novembro 0 1 0 1 1 2 2 0
3 Juazeiro 0 1 0 1 1 1 1 0
4 América 0 1 0 1 1 0 0 0
5 Olaria 0 0 1 1 0 0 1 -1