Confira a situação dos baianos nas três séries do Brasileirão-Rei

0
162
Foto: iStock (gratuito)

A opinião de Jota Jota

Série A

O Bahia representante baiano nesta série, foi ao Morumbi na manhã de domingo 30, e conseguiu empatar com o São Paulo sem abertura de contagem, com uma atuação esplendorosa do goleiro Marcos Felipe, disparado o melhor em campo. O goleiro protegido no nome por dois santos São Marcos e São Felipe só poderia ter operado os milagres que foram feitos.

O volume de jogo do São Paulo foi assustador, esteve dotado de um rolo compressor acuando o Bahia em quase todo tempo de bola rolando, mas o Tricolor baiano também criou algumas oportunidades, e dentro das circunstâncias apresentadas, também poderia ter vencido o confronto. 

O momento é de muita apreensão do torcedor do Bahia, uma vez que há 17 jogos o seu time do coração não consegue somar três pontos, e o resultado o afunda no Z 4 com o primeiro turno chegando ao fim.

SÉRIE D

O Bahia de Feira foi a Mossoró no Rio Grande do Norte às 17h também no domingo, enfrentou o Potiguar os donos da casa em partida de ida das oitavas de final na série D. O Tremendão foi derrotado por 1 a 0, resultado possível de ser revertido na partida de volta na Arena Cajueiro.

O Bahia de Feira jogou mais de 80 minutos com um homem a menos, teve um jogador expulso na metade do primeiro tempo, mas tomou o gol nos acréscimos da etapa final. Pelo que jogaram as duas equipes, o time treinado por João Carlos Ângelo pode sonhar com o avanço do time feirense para as quartas de final.

SÉRIE B

Com um início de jogo na hora do Ângelo, o Vitória teve um começo complicado em Campinas onde enfrentou a Ponte Preta no Moisés Lucarelli, e em menos de 18 minutos já perdia por 2 a 0 para a Macaca Campineira. Os comandados de Léo Condé não conseguiam equilibrar as ações e time da casa jogava solto.

Depois dos 30 minutos a equipe de rubro negra resgatou o seu futebol, e ainda foi beneficiada com a expulsão de Matheus Jesus, da Ponte, aí virou uma partida de um só time em campo.

No segundo tempo com um a menos Pintado estreante na direção do time, recuou a equipe, com isso chamou o Vitória para o seu campo. Assim levou o empate e por pouco não é derrotado. De um resultado adverso por dois gols de diferença e fora de casa, o Leão da Barra mostrou que não briga pela liderança por acaso.

Não voltou a liderança que hoje é do Novorizontino com 39 pontos, mas o Vitória vem na cola com 38 pontos, na quarta-feira 2 o time enfrenta o ABC no Barradão.

#PRONTOFALEI@JOTAJOTA