Copa do Nordeste: Bahia se despede com empate no Piauí

0
182
Bahia x Fluminense-PI Foto Felipe Santana-ECB-1

Da Redação – Jota Jota

Bahia e Fluminense do Piauí se enfrentaram pela primeira vez na história em partida válida pela sétima rodada da Copa do Nordeste, com ambas as equipes ocupando a lanterna dos seus grupos, o Bahia com cinco pontos e o Fluminense com apenas dois.

O Bahia ainda tinha uma esperança de se manter vivo dentro da competição, mas para isso precisaria vencer seu oponente que jogava em casa, e a decepção voltou a acontecer para desespero do torcedor tricolor, o Fluminense em uma falha do goleiro Mateus Claus abriu o marcador aos quatro minutos do segundo tempo com Lucas Manga.

O empate só aconteceu na cobrança de uma penalidade máxima de Ryan Renne em cima de Ryan do Bahia, Everaldo cobrou e deixou tudo igual aos 24 minutos, dando números finais ao placar, o que alijou o Tricolor Baiano da competição, ele que é um dos maiores vencedor da competição, e desta vez não passa da primeira fase e o pior, consegue ser o lanterna do seu grupo e por pouco não é da competição, embora ainda tenha mais uma partida a ser cumprida.

Atuando com um time mesclado, Renato Paiva não conseguiu fazer o seu time vencer o sub 20 do Fluminense, esbarrando mais uma vez na má esquematização, que não conseguiu superar os meninos lá de Teresina. Agora é juntar os cacos e focar no campeonato baiano., sem esquecer que vai entrar em campo com desvantagem.

A última partida na Copa do Nordeste será contra o Santa Cruz na Arena Fonte Nova dia 22 quarta-feira.

FICHA TÉCNICA

Fluminense-PI 1 x 1 Bahia

Copa do Nordeste – 7ª rodada

Local: Lindolfo Monteiro, Teresina-PI

Data: 14/03/2023 (terça-feira)

Horário: 21h30

Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim;

Assistentes: Esdras Mariano de Lima Albuquerque (AL) e Ruan Luiz de Barros Silva (AL)

Gols: Lucas Manga (FLU) e Everaldo (BAH)

Fluminense-PI: Gabriel; Rian Nenne, Weverton, Gabriel Biloca e Fagner; Durkheim (Talyson), Natanael e Esmael (Muricy); Lucas Manga (Gustavo Teodoro), Janderson e Samuel Rato (Stênio). Técnico: Eduardo Ramos.

Bahia: Mateus Claus; Cicinho (Jacaré), David Duarte, Miqueias e Ryan; Diego Rosa, Yago Felipe e Mugni (Cauly); Patrick Verhon (Everaldo), Kayky (Ricardo Goulart) e Arthur Sales (Everton). Técnico: Renato Paiva.