Falta de energia elétrica em estádio interrompe jogo do Juazeiro em Feira de Santana

0
334
Imagem Divulgação FBF
Por Tony Martins

A partida entre Fluminense de Feira e Juazeiro Social Clube, valendo pela segunda divisão do Campeonato Baiano que estava acontecendo na tarde deste domingo (04/06/2023) no Estádio Alberto Oliveira, foi interrompida por falta de energia elétrica, fato verificado aos 15 minutos do segundo tempo, quando o time local vencia por um a zero, gol de Clébson.

JOGO BOM, PLACAR RUIM NO PRIMEIRO TEMPO

Logo aos cinco minutos Edy cobrou uma falta no canto esquerdo do goleiro Mondragon espalmar para escanteio, evitando o gol dos juazeirenses. Até a metade da primeira fase o Juazeiro comandou as ações do jogo, principalmente, através de Emerson Catarina. Porém, aos 25 minutos o árbitro assinalou uma penalidade máxima contra a equipe visitante, convertida por Clébson 20 segundos depois, fazendo um a zero para o Flu, placar da primeira etapa.

No segundo tempo o jogo teve que ser paralisado aos 13 minutos por falta de luminosidade no estádio Alberto Oliveira, pois, os refletores quando acionados, não funcionaram, provocando a interrupção da partida. O árbitro Ricarle Gustavo Gonçalves Batista esperou por mais de uma hora, mas, o problema não foi resolvido, com a partida sendo adiada, decepcionando os mais de dois mil torcedores do Fluminense que foram ao estádio Alberto Oliveira.

A partida será reiniciada amanhã às 15 horas, no mesmo local, sendo que o tempo de jogo será contado a partir dos 13 minutos do segundo tempo, com o placar de um a zero a favor do Fluminense de Feira e com os mesmos jogadores presentes na súmula de hoje, considerando, inclusive, as substituições e os cartões já aplicados durante a partida.

COMUNICADO DO CLUBE

“Em virtude de uma queda de energia no Estádio Joia da Princesa em Feira de Santana, o jogo entre Fluminense e Juazeiro teve que ser interrompido no segundo tempo.

Por conta do problema, o jogo será reiniciado nesta segunda-feira às 15h com o placar em 1 a 0 para o time da casa”.