Fluminense é campeão das Américas

0
299
Fluminense campeão da Copa Libertadores 2023 Foto Carl de Souza AFP Gazeta Esportiva
Da Redação – Carlos Humberto

Diante de um público de 69.392 torcedores no Maracanã, o Fluminense após empate em 1 a 1 no tempo normal, fez mais um na prorrogação e bateu o Boca Juniors por 2 a 1, conquistando pela primeira vez o título campeão da Copa Libertadores das Américas.

O argentino Cano, abriu o marcador para o Flu aos 35 minutos do 1º tempo, mas o peruano Advíncula empatou para o Boca aos 26 minutos do 2º tempo. No primeiro tempo da prorrogação, John Kenedy, que saíra do banco de reservas, fez o gol do título quando eram decorridos 8 minutos jogados.

Com a conquista do título da Libertadores, o time brasileiro já está garantido para as edições de 2023 e 2025 do Mundial de Clubes. Também garantiu o direito de disputar a Recopa em 2024 contra a LDU do Equador, campeã da Sul-Americana.

FICHA TÉCNICA
BOCA JUNIORS 1X2 FLUMINENSE

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 04 de novembro de 2023, sábado
Horário: 17h (de Brasília)
Público e renda: 69.232 torcedores / R$ 31.702.250,00
Árbitro: Wilmar Roldan (COL)
Assistentes: Alexander Guzman (COL) e Dionísio Ruiz (COL)
VAR: Juan Lara (CHI)
Cartão amarelo: Cavani, Figal e Langoni (Boca Juniors) e Keno, Nino e Cano (Fluminense)
Cartão vermelho: John Kennedy (Fluminense) e Fabra (Boca Juniors)

Gols:

Boca Juniors: Advíncula, aos 26′ do 2ºT
Fluminense: Cano, aos 35′ do 1ºT, e John Kennedy, aos 8′ do 1ºT da prorrogação

BOCA JUNIORS: Sergio Romero; Advíncula, Figal (Valdez), Valentini e Fabra; Medina (Taborda), Pol Fernández, Ezequiel Fernández (Saracchi) e Barco (Langoni); Merentiel (Janson) e Cavani (Benedetto). Técnico: Jorge Almirón.

FLUMINENSE: Fábio; Samuel Xavier (Guga), Nino, Felipe Melo (Marlon) e Marcelo (Diogo Barbosa); André, Martinelli (Lima) e Ganso (John Kennedy); Arias, Keno (David Braz) e Cano. Técnico: Fernando Diniz.