Itabuna vence o Bahia e larga na frente no primeiro jogo da semifinal

0
275

Da Redação – Jota Jota / Foto: Rafael Machado/ECB

Jogando a primeira partida de uma das semifinais do Campeonato Baiano da série A, a equipe do Itabuna bateu o Bahia por um tento a zero no Estádio Ribeirão em Camacã, com a presença de pouco mais de 1.800 torcedores.

Jogando com seu time completo o Bahia não fez nada de diferente das partidas anteriores, fez um bom primeiro tempo, mas sem exigir muito da defesa do Itabuna sem ameaçar a meta do goleiro Thiago Passos. A primeira etapa terminou sem gols sendo desenvolvida mais no meio de campo, o Itabuna marcava bem e o Tricolor não se encontrou coletivamente.

Na segunda etapa a coisa melhorou para o Itabuna e depois da conversa do técnico Sérgio Araújo nos vestiários, seu time voltou melhor e dominou taticamente o Bahia, Renato Paiva sucumbiu no que fora armado para ele. 

O gol itabunense veio na cobrança de um escanteio com uma bela cabeçada de Jan Pieter, com a defesa do Bahia sendo surpreendida. Paiva fez mudanças, mas não conseguiu melhorar a performance do seu time, embora nos últimos minutos tenha tentado na base da força o gol de empate que não veio.

Com o triunfo o Itabuna leva vantagem de poder empatar na Arena Fonte Nova e ir para a grande final. O Bahia tem uma partida no meio de semana, e vai ter pouco tempo para acertar os erros que vem cometendo.

FICHA TÉCNICA

Itabuna 1 X 0 Bahia

Campeonato Baiano – Semifinal – 1º jogo

Local: Antônio Elias Ribeiro, em Camacã

Data: 11/03/2023 (sábado)

Horário: 16h

Renda: R$89.000,00                                             

Público: 1.794

Árbitro: Diego Pombo Lopez 

Assistente 1: Alessandro Álvaro Rocha de Matos

Assistente 2: Edevan de Oliveira Pereira

Gol: Jan Pieter

Itabuna: Thiago Passos; Deivinho, Jan Pieter, Lucimário e Elivelton; Hebert, João Neto (Cacique), Matheus Chaves (Joadson) e Alex Sandre; Cesinha e HíÍtalo (Flavinho). Técnico: Sérgio Araújo.

Bahia: Marcos Felipe; Cicinho (Everaldo), Marcos Victor, Gabriel Xavier e Matheus Bahia (Chaves); Rezende (Diego Rosa), Acevedo (Ryan) e Daniel (Cauly); Jacaré, Biel e Ricardo Goulart. Técnico: Renato Paiva.