Juazeirense sofre derrota humilhante e está fora do Baiano

0
200
Da Redação – Tony Martins / Foto: Lucas Pena

A Juazeirense foi derrotada por três a zero pelo time do Jacuipense, em partida realizada na tarde deste domingo (19/03/2023) no estádio Eliel Martins, na cidade de Riachão do Jacuípe.

Essa derrota tirou o Cancão de Fogo da final do Campeonato Baiano, assim como da Copa do Brasil e da Série D em 2024. Foi uma derrota vexatória.

No primeiro tempo o Jacuipense jogou explorando os contra-ataques, embora não tivesse sucesso nesse quesito. Enquanto a Juazeirense tentava chegar ao gol adversário em jogadas realizadas pelo lado direito, mas, não concluía com eficiência.

Clebson deu um carrinho na entrada da área e o árbitro Diogo Pombo Lopez assinalou a falta.  Thiaguinho efetuou uma linda cobrança, colocando a bola no ângulo esquerdo para fazer um a zero aos 23 minutos.

Apesar de sofrer o gol, o Cancão de Fogo passou a jogar melhor do que o Jacuipense, chegando na área com perigo, mas as conclusões não saiam com eficiência.  Por isso, ficou inferiorizada no placar, na primeira etapa.

No segundo tempo, o técnico Carlos Rabelo colocou Jerry, Pablo e Caique logo no início, com isso o time da Juazeirense ficou mais agressivo e criou várias oportunidades de gol, porém, se esbarrava na boa atuação do goleiro Jean.

Aos 27 minutos o árbitro expulsou o zagueiro Jamerson, dificultando a situação do Cancão de Fogo. Aos 36 minutos o goleiro Gleibson rebateu a bola nos pés de Welder que fez dois a zero. Aos 47 Raphinha acertou um belo chute de fora da área, fechando o placar de três a zero.

FICHA TÉCNICA

JACUIPENSE 3 X 0 JUAZEIRENSE

GOLS:  Thiaguinho 23, Welder 62 e Raphinha 90+2.

DATA- 19 de março de 2023.

LOCAL- Estádio Eliel Martins- Riachão do Jscuipe

ÁRBITRO CENTRAL:  Diogo Pombo Lopez.

ASSISTENTES: Alessandro Rocha Matos e Ledes José Coutinho.

JACUIPENSE: Jean; Raphinha,  Kanu, Weverton e Radar (Caique Sá); Fábio Bahia, Vinicius Amaral (Flávio),  Eudair  (Fábio Matos) e Welder; Thiaguinho (Robinho) e Jeam. TÉCNICO: Jonilson Veloso.

JUAZEIRENSE: Gleibson; Dadinha (Eric), Jamerson (expulso), Wendel e Nildo (Jerry); Waguinho,  Knupp (Pablo) e Clebson (Caíque); Reinaldo (Neto Baiano), Ian e Kesley. TÉCNICO: Carlos Rabelo.