Missão Agro.BR Vale do São Francisco debate desafios e oportunidades para o agronegócio em Juazeiro

0
195

Missão Agro.BR Vale do São Francisco debate desafios e oportunidades para o agronegócio em Juazeiro

Evento organizado pela CNA contou com o apoio do Sebrae e parceiros institucionais locais

Por Carlos Humberto – Fotos: Sebrae/Divulgação

Técnicos, consultores, sindicalistas, empresários e fruticultores do Vale do São Francisco participaram nos dias 3 e 4 de abril, em Juazeiro, no Norte da Bahia, do Missão Agro.BR, evento realizado no formato híbrido, com palestras presenciais e online ministradas por consultores especializados.

Promovido pela Comissão Nacional de Fruticultura (CNA) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil), o encontro foi realizado no Centro de Excelência em Fruticultura do Senar, com o apoio do Sebrae, representado pelo gerente da instituição em Juazeiro, Carlos Cointeiro, e pelo gestor de projetos do Agronegócio, Isael Pina Junior.

Na segunda-feira (3), primeiro dia dos trabalhos, foram realizadas reuniões com parceiros locais sobre o projeto Agro.BR e ações da Comissão Nacional de Fruticultura da CNA, e debatido plano de trabalho com o Sebrae para certificação, projeto do umbu e promoção comercial. A jornada do dia encerrou com apresentação da pauta “ATeG Exportação de Frutas e Fruticultura do Vale do São Francisco”.

Na terça-feira (4), foi realizada a palestra “Novos Mercados para a Fruticultura Brasileira na Ásia” e também foram discutidas soluções de logísticas para frutas, cenário da logística marítima durante a pandemia, e quais as tendências para o transporte. Para fechar a programação do dia, o gerente da unidade Sebrae em Juazeiro, Carlos Rafael Cointeiro, apresentou a palestra que destacou o programa Sebraetec e as soluções de apoio para obtenção do Certificado de Exportação para o mercado interno e externo.

“O Sebrae Juazeiro é destaque na Bahia e no Brasil pela capacidade de entender como funciona o segmento da fruticultura do Vale do São Francisco, e disponibilizar uma série de soluções que ajudam o pequeno produtor rural a se capacitar, a melhorar a qualidade da sua produção, ter mais produtividade e, por conseguinte, aumentar o faturamento. Entendendo isso, o Sebrae tem um papel fundamental nesse seminário”, afirmou o gerente.

Rodrigo da Matta, dirigente da CNA, considerou como ótimo os resultados do evento. Para ele, o trabalho realizado durante o seminário é uma oportunidade proporcionada pelo projeto Agro.BR com a CNA, em parceria com a Apex e o Sebrae e apoio das federações da Bahia e de Pernambuco.

“Juntos conseguimos mobilizar os atores locais, trazer para o palco e para as conversas todos participantes dessa cadeia que é tão importante para a nossa economia. Nesses dias, visitamos produtores para entender as demandas, buscando melhor interlocução com o Sebrae para trabalharmos, juntos, as atividades de promoção, aproximando o Agro.BR do Sebraetec e das atividades que são complementares para viabilizar a ida do produtor ao mercado internacional que é o objetivo de todos”, ressaltou.

Analista de desenvolvimento regional da Codevasf, o engenheiro agrônomo João Tosta, os encontros foram de extrema importância e garantiu que devem acontecer com mais frequência para o desenvolvimento da produção agrícola irrigada do Vale do São Francisco.

“É importante a iniciativa de trazer esse fórum de discussões onde nós estamos com todos os segmentos da cadeia de produção aqui reunidos presencialmente ou virtualmente. A Codevasf não poderia deixar de se fazer presente sendo a pioneira na implantação dos perímetros públicos de irrigação no Vale”, destacou.

Isael Pina Junior, gestor dos projetos do setor de agronegócios do Sebrae em Juazeiro, considera importante para o Sebrae, Senar e seus parceiros trazer essa missão de técnicos e consultores da CNA para apresentar o Agro. BR, um programa da maior relevância para produtores rurais do Vale do São Francisco.

“O programa é uma ferramenta de apoio que vai incentivar e melhorar o acesso ao mercado externo com foco na exportação de frutas. Ele possibilita ao produtor ter o acompanhamento de técnicos e consultores no sentido de orientar e organizar a produção para produzir produtos de qualidade para o cliente”, esclareceu.

Também participaram do evento a Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf); Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab); Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf); Universidade do Estado da Bahia (Uneb); Federação de Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (FAEB); Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de Pernambuco (FAEPE); Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas); Sindicatos de Juazeiro e Petrolina; e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR).