Morre Dino, o Xerife

0
149
Por Tony Martins
Dino foi treinador do Barro Vermelho nos anos 1980 – Foto Arquivo Eliomar Paula

Faleceu neste domingo (12/02/2023), o ex-jogador de futebol e ex-treinador Dino, aos 75 anos. Nascido no Distrito de Juremal, Aloísio Leite Xavier atuou como zagueiro nas equipes do futebol amador de Juazeiro nas décadas de 1960/70 e início dos anos 80: Veneza, Olaria, XV de Novembro, Carranca e Juazeiro, entre outros. Todavia, foi no Veneza que Dino viveu seus melhores momentos, conquistando vários títulos, sendo também presença marcante na seleção juazeirense.

Dino foi um zagueiro viril, tinha no cabeceio sua principal característica. Ele atuou com os principais jogadores de seu tempo, a exemplo de Farinha, Bebeto, Jaime Pirrucha, Valdecir, Givaldo Zé Odorico, Celso Maravilha, Dozinho, Totonho, Pedrinho de Chico Campos, Vevé e tantos outros que fizeram história no futebol de Juazeiro.

Raimundo Amarildo que treinou Dino no Veneza e no Olaria, demonstrando muita tristeza falou sobre Dino: “Era um jogador de muita raça, de muita decisão e liderança, sempre foi capitão e todo treinador queria tê-lo como jogador -, disse.

Como treinador, Dino teve uma passagem pelo Barro Vermelho nos anos de 1980, depois se notabilizou como um dos principais treinadores do Campeonato Interdistrital de Juazeiro, participando de oito finais e conquistando um título em 1997 pela seleção de Juremal. Ele também levou Massaroca e Carnaíba à final dessa competição. Sem dúvidas, Dino foi um treinador marcante do Interdistrital. Por isso tem o respeito e admiração de jogadores, treinadores e dirigentes. Inclusive, O troféu de campeão do Interdistrital de 2022 que tem a primeira partida da final hoje, entre Maniçoba X Itamotinga tem o nome de Dino, numa homenagem mais do que justa, pelo que ele representa.

De modo particular e em nome da Agência CH eu, que ainda menino assisti Dino atuando pelo Veneza, depois fazendo cobertura jornalística e até mesmo como professor, com quem trabalhei na Rede Municipal de Educação, quero desejar todo conforto espiritual aos familiares, amigos e conterrâneos de Dino, pela dor que todos sentem e pela falta que sentiremos.