Nos pênaltis, Ceará é tricampeão da Copa do Nordeste

0
1031
Da Redação – Jota Jota / Foto: Rafael Ribeiro/CBF/Divulgação

Com a presença do presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, Sport e Ceará fizeram na Ilha do Retino no Recife, a partida final da Copa do Nordeste de 2023 na presença de pouco mais de 26 mil torcedores.

Precisando vencer por 2 gols de diferença para ser campeão, o Sport no tempo regulamentar com gol de Luciano Juba, venceu por apenas 1 a 0, o que levou a decisão para a cobrança de penalidades, não deixando de ter emoções durante os 90 minutos mais acréscimos.

O Ceará foi mais eficiente nas cobranças das penalidades e venceu por 4 a 2, conseguindo o tricampeonato se igualando ao número de títulos do Sport. Bahia e Vitória continuam como os maiores vencedores da Copa do Nordeste com 4 títulos cada um, embora o Rubro Negro baiano ainda conteste na CBF o seu 5º título ainda não reconhecido pela entidade.

Além de receber o troféu chamado de ORELHUDA das mãos de Ednaldo Rodrigues, o Ceará recebeu um cheque de 2 milhões de reais, que somados aos R$ 4.4 milhões de cotas acumulados, ganhou na competição R$ 6,4 milhões de reais. 

FICHA TÉCNICA

COPA DO NORDESTE 2023

Final – Jogo de volta

Sport Recife 1×0 Ceará (nos pênaltis, Ceará 4 a 2)

Estádio: Ilha do Retiro, Recife

Data: 03 de maio de 2023

Horário: 21h

Público: 26.345

Renda: R$1.240.625,00

Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim (AL)

Assist 1: Luanderson Lima dos Santos (BA)

Assist 2: Brígida Cirilo Ferreira (AL)

VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)

Gol: Luciano Juba (Sport)

Sport Recife: Renan; Ewerton, Rafael Thyere (Chico), Sabino e Igor Cariús (Felipimho); Fabinho, Ronaldo Henrique (Pedro Martins), Jorginho (Gabriel Santos) e Luciano Juba; Wagner Love e Edinho (Wanderson). Técnico: Enderson Moreira

Ceará: Richard; Warlei, (Michel), Tiago Pagnussat, Luiz Otávio e Willian Fonseca; Arthur Rezende (Jean Carlos), Richardson, Guilherme Formiga (Danilo Barcelos) e Éric; Janderson (Chay) e Vitor Gabriel (Luvanor). Técnico: Eduardo Barrocas.

A nova lista de campeões do Nordeste (*)

  • Bahia – 4 títulos ( (2001, 2002, 2017 e 2021)
  • Vitória – 4 títulos (1997, 1999, 2003 e 2010)
  • Ceará – 3 títulos (2015, 2020 e 2023)
  • Sport – 3 títulos (1994, 2000 e 2014)
  • Fortaleza – 2 títulos (2019 e 2022)
  • Campinense – 1 título (2013)
  • Santa Cruz – 1 título (2016)
  • Sampaio Corrêa – 1 título (2018)
  • América-RN – 1 título (1998)

(*) Fonte: GE