Paratletas da APA são convocados para os Jogos Parapan-Americanos

0
154

Ascom APA

Os paratletas da Associação Petrolinense de Atletismo (APA), Samira Brito, Sivaldo Santos e Sandro Varelo, foram convocados para os Jogos Parapan-Americanos, que serão realizados de 17 a 26 de outubro, em Santiago, no Chile. O anúncio da convocação foi feito nesta terça-feira (3) pelo Comitê Brasileiro Paralímpico (CPB).

Sivaldo é o único entre os três atletas que ainda não tinha uma convocação para a Seleção Brasileira no currículo. Ele compete na prova dos 1.500m na categoria T12 (pessoas com deficiência visual).

“Estava com grandes expectativas por essa convocação. Consegui o segundo lugar no ranking das Américas, o que me deu esperanças de ser chamado. Graças a Deus, deu certo. Agora, meu foco é me preparar intensamente para lutar por uma medalha no Chile”, comentou Sivaldo.

Quanto a Samira Brito, que já tem uma história consistente de convocações, esta será sua estreia nos Jogos Parapan-Americanos. A atleta compete nas provas de 100m e 200m na categoria T36 (pessoas com paralisia cerebral) e já representou o Brasil nas Paralimpíadas de Tóquio (2020) e no Mundial de Paris (2023), além de outras competições internacionais. O técnico de Samira, Givanildo Marcos, mostrou otimismo em relação ao desempenho dela.

“Estamos felizes com mais uma convocação da Samira. Sabemos que quem é convocado para o Mundial, que ela esteve recentemente, e para o Parapan, certamente estará nas Paralimpíadas 2024. Isso nos deixa feliz, pois sabemos que o trabalho está no caminho certo. Vamos nos preparar, pois acredito que nesse Parapan temos reais condições de conquistar uma medalha.”

Já Sandro Varelo, aos 41 anos, participará dos Jogos Parapan-Americanos pela segunda vez, após sua presença na edição de 2019, em Lima, Peru. Ele compete nas provas de lançamento de dardo, arremesso de peso e disco na categoria F55 (pessoas com deficiência nos membros inferiores) e está confiante em sua performance.

“Receber essa convocação foi extraordinário. É uma alegria muito grande sentir na pele essa sensação, saber que vamos representar o nosso país, ter a chance de buscar uma medalha lá fora. Já voltamos a trabalhar pensando na competição, treinando com o objetivo de quebrar o recorde mundial no lançamento de dardo, se Deus quiser”, projetou cheio de confiança.

O atletismo foi a modalidade com maior número de atletas convocados pelo CPB, com um total de 60, sendo 35 homens e 25 mulheres, além de nove atletas-guia. De acordo com o comitê, apenas as três primeiras colocadas do ranking das Américas no feminino e os dois primeiros no masculino foram selecionados. No caso do masculino, alguns segundos colocados ficaram de fora da lista devido à limitação de vagas.