Prefeitura de Juazeiro define local provisório para barracas de fogos em reunião realizada nesta terça-feira (21)

0
190

Texto e fotos: Gabriel Filliph – Ascom PMJ

Em busca de soluções adequadas frente ao processo de adequação das barracas de fogos, a Prefeitura de Juazeiro, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (Semaurb), se reuniu nesta terça-feira (21) com os barraqueiros para definir o novo local provisório, que contará com nove barracas, localizado na Avenida Irmã Dulce, 45, Jardim São Paulo, próximo à Câmara de Vereadores, seguindo as normas estabelecidas pelo Corpo de Bombeiros.

Durante a reunião, foi informada aos barraqueiros que a solução provisória foi encontrada em um terreno particular, cuja proprietária autorizou a permanência das barracas por um período de 90 dias. Esse local permitirá que os barraqueiros operem durante as festividades juninas. Os barraqueiros assinarão um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) que garante que a ocupação será temporária.

De acordo com o secretário da Semaurb, Islédio Bandeira, a gestão de Suzana Ramos demonstrou compromisso com a situação dos barraqueiros durante o período junino. “Somos uma gestão que apoia os trabalhadores. Iremos realizar uma nova reunião em julho, onde serão discutidas as áreas públicas disponíveis para a liberação do uso do solo conforme solicitado pelo Corpo de Bombeiros para permanência fixa desses trabalhadores”, ressaltou Islédio Bandeira.

Nesta quarta-feira (22), a Secretaria de Serviços Públicos (SESP) iniciará a limpeza da nova área e a instalação de dois refletores de luz para garantir a segurança e visibilidade do local. Além disso, cada barraca deverá atender às medidas mínimas de segurança exigidas, incluindo a obtenção do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), que certifica que a edificação está apta a funcionar. Foi exigido que as estruturas das barracas obedecessem a uma distância mínima de seis metros entre si, além de estarem afastadas 100 metros de postos de combustíveis, escolas e repartições públicas.

A intervenção das barracas às margens da BR-235, entre os bairros Piranga e João XXIII, em Juazeiro, partiu do Ministério Público (MPBA) e do Corpo de Bombeiros, que apontaram violações de segurança, incluindo a proximidade a postos de combustíveis, espaços públicos e escolas, além de questões estruturais. “Queremos agradecer à Prefeitura de Juazeiro por todo o apoio e suporte dados à nossa categoria desde o início para resolver este problema o mais rápido possível, já que estamos no período junino. Após isso, vamos nos reunir novamente para definir o novo local fixo”, disse Diego José Cunha Borges, que há 35 anos trabalha no ramo.