Prêmio Sebrae Prefeitura Empreendedora é apresentado em Juazeiro

0
101

Prêmio Sebrae Prefeitura Empreendedora é apresentado em Juazeiro

Evento reuniu secretários, agentes de desenvolvimento e gestores públicos de sete municípios atendidos pelo Sebrae na Região Norte da Bahia

Por Carlos Humberto

Nesta terça-feira (7), o auditório do Grande Hotel de Juazeiro, no Norte da Bahia, foi palco da apresentação da 12º Prêmio Sebrae Prefeitura Empreendedora (PSPE). O evento reuniu secretários e secretárias, agentes de desenvolvimento (AD) e demais gestores públicos de 7 dos 16 municípios atendidos pelo Sebrae no Território São Francisco e Território Itaparica, na Região Norte da Bahia.

O prêmio é uma iniciativa do Sebrae que busca reconhecer, valorizar e difundir as iniciativas inovadoras protagonizadas pelos municípios, em busca da melhoria do ambiente de negócios, fomento ao empreendedorismo e ao desenvolvimento territorial.

Além de coroar as boas práticas municipais, o PSPE objetiva estimular a inovação no setor público, contribuir para a ampliação das capacidades municipais, promover a aprendizagem e inspirar novos projetos e ideias, reforçando o papel do Sebrae de parceiro dos municípios.

A prefeita Suzana Ramos foi representada pelo secretário da Agência de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária (ADEAP), Vinícius Alves, que elogiou a iniciativa do Sebrae. “É de suma importância para todos os municípios, no que tange o desenvolvimento econômico, pois proporciona a criação de projetos pelos agentes e gestores, favorecendo a criação de emprego e renda e o fortalecimento da nossa economia”, pontuou.

Anfitrião do encontro, o gerente regional do Sebrae em Juazeiro, Carlos Cointeiro, falou da importância da educação empreendedora para o desenvolvimento da economia das comunidades, e revelou que o termo foi apresentado pela primeira vez em Juazeiro em 2013, durante oficinas com duas turmas iniciais, e depois se espalhou por todo território se estendendo para todo estado da Bahia.

Sobre o prêmio, Cointeiro entende como uma forma de reconhecer e espalhar boas práticas pelo país, sendo transmitido município a município. “É também uma maneira de mostrar tudo aquilo que foi desenvolvido ao longo de um trabalho de gestão pública, que transforma o ambiente de negócios, seja na educação, seja na simplificação dos processos que trazem a valorização da cultura, a economia criativa em todos os segmentos da cadeia produtiva, principalmente na agricultura, que é o grande responsável pela distribuição de riquezas no nosso território. O prêmio valoriza desde o técnico que teve a ideia até o gestor público que apoia o movimento”, finalizou o gerente.

À tarde foi realizado um workshop exclusivo para agentes de desenvolvimento e secretários municipais, ministrado pelo administrador de empresas Neudenir de Sena, com o objetivo de detalhar categorias, cronograma e ajustes necessários para inscrição dos municípios no PSPE.

“A oficina oferecida pelo Sebrae trouxe um diferencial esse ano que é a possibilidade de mentoria disponibilizada pelo Sebrae posteriormente para os municípios que inscreverão os projetos. Foi um momento bastante prático, com a participação dos representantes municipais”, explicou o analista técnico Edlan Amaral, organizador do evento.

Mais informações estão disponíveis no site da premiação.