Programa ‘Bate-Papo com quem faz’ reúne experiências empreendedoras em Petrolina – PE

0
252

Por Carlos Laerte – Clas Comunicação

Começou com o pé direito o programa ‘Bate-Papo com quem faz’, que a Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco – FIEPE realizou, em parceria com o Instituto Euvaldo Lodi – IEL-PE e o Sebrae, na noite desta quarta-feira (31) em Petrolina – PE.

O programa reuniu o público para ouvir as histórias inspiradoras do advogado e empresário Saulo Moura; da gerente do Sebrae Sertão do Francisco e empreendedora, Mara Viviane, e do empresário e presidente da Associação dos Reparadores Automotivos do Vale do São Francisco (Autovasf), Hallan Leite.

Aberta pelo diretor da unidade regional da FIEPE, Albânio Venâncio, a primeira edição do ‘Bate-Papo com quem faz’ teve início com as experiências contadas por Saulo Moura, uma trajetória vitoriosa que incluí a sociedade no escritório Miranda e Moura Advocacia, a aquisição da Gráfica Franciscana e o convite para ser delegado do Sindicato das Indústrias Gráficas do Estado de Pernambuco (Sindusgraf-PE).

Na sequência, Hallan Leite lembrou da infância e do dia em que seu pai lhe deu uma enxada e mandou trabalhar na roça. “Antes de completar os 15 anos eu já tinha decidido tentar a vida na cidade”, ressaltou. Hallan acrescentou ainda que a visão a longo prazo e a experiência como vendedor foram os diferenciais para que hoje ele seja sócio das empresas Atacadão Autopeças e HM Distribuidora.

Lembrando que o empreendedorismo nasce da necessidade e da oportunidade, Mara Viviane evidenciou o impacto das mudanças do analógico para o digital no desenvolvimento de Petrolina e região. “Ouvimos aqui hoje histórias de sucesso que são exemplos de empreendedores que se reinventam a todo instante na busca de conhecimento para evoluir, gerar renda e empregos”, frisou.

No encerramento do programa, o bate-papo, que contou ainda com a presença de vários conselheiros do Sistema FIEPE, se transformou em um debate com contribuições do público acerca da importância de um maior engajamento dos jovens e das mulheres na condução das empresas regionais. O ‘Bate-Papo com quem faz’ acontecerá uma vez em cada dois meses com acesso gratuito.