Rally dos Sertões deve movimentar cerca de R$ 10 milhões na economia em Petrolina 

0
412

Texto: Luzete Nobre

Muito mais do que motores roncando e pilotos levantando a poeira às margens do Rio São Francisco, o Rally dos Sertões proporciona belas paisagens e uma mudança na rotina das comunidades pelas quais os carros, motos e UTVs passam. Este ano, pela primeira vez, Petrolina será palco da largada da disputa, que vai contar com mais de 300 competidores que estarão na cidade entre os dias 8 a 16 de agosto.  

A Vila Sertões ficará sediada no Porto Fluvial de Petrolina, e contará com uma pista de competição da prova do Super Prime, que define a classificação de largada do Rally, demonstrações de veículos, o festival gastronômico Sabores do Sertão e atrativos turísticos. A Orla de Petrolina também servirá de palco para o evento de apresentação dos pilotos, também será montada uma pista de demonstração. Todos os eventos são gratuitos. 

Se por um lado Petrolina proporciona um atrativo a mais para o evento, a competição também beneficia a cidade, já que o Sertões é muito mais do que um rally. É um evento que conecta o Brasil e movimenta a economia das pequenas cidades por onde passa. Promove a culinária e os temperos das regiões através da realização do concurso Sabores do Sertões, engajando e motivando restaurantes a participarem; oferece capacitação para os pequenos empreendedores locais; engaja as escolas da rede pública; cuida de ações ambientais; além de estimular ação social que leva medicina de qualidade às regiões. 

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Giovanni Costa, a passagem da competição pelo município fortalece a economia e movimenta o comércio na cidade. “É um evento internacional e que tem visibilidade em todo o Brasil, mostrando Petrolina, a nossa natureza e o Sertão. Isso agrega valor e beneficia o comércio, os bares, restaurantes e os hotéis, que já estão lotados por conta do evento. Seguimos a orientação do prefeito Simão Durando, que dar todo apoio e incentivo ao turismo e eventos como esse”, frisou Giovanni Costa.