Sebrae contribui para o desenvolvimento econômico da Bahia ampliando o alcance de atendimento em 2023

0
66
Foto Dario G. Neto ASN Bahia

Sebrae contribui para o desenvolvimento econômico da Bahia ampliando o alcance de atendimento em 2023

Grandes eventos impactaram segmentos diversos como educação, inovação, tecnologia, energia, agronegócios e economia criativa

Por Marcia Gomes

O Sebrae Bahia encerra as atividades de 2023 com status de missão cumprida. De janeiro até 18 de dezembro, foram realizados 239.976 atendimentos exclusivamente a pequenos negócios (Microempreendedor Individual – MEI, Microempresa – ME e Empresa de Pequeno Porte – EPP), superando os 157.144 ocorridos no ano anterior. Na esfera ampla de clientes da organização (pequenos negócios, potenciais empreendedores e pessoas físicas), foram 370.204 atendimentos este ano, ultrapassando a marca de 2022, que foi de 267.056.

De acordo com levantamento feito pela Unidade de Gestão Estratégica (UGE), 48.941 representantes de pequenos negócios receberam orientação com soluções de inovação. Já o Programa Educação Empreendedora teve como participantes 13.260 professores no estado. Como reflexo positivo dos números, o Índice de Recomendação do Sebrae (NPS), indicador de desempenho com escala de 0 a 10, atingiu a nota 84,1 este ano, mantendo a tendência crescente em relação a 2021 (79,1) e 2022 (82,6).

O superintendente do Sebrae Bahia, Jorge Khoury, celebra os resultados alcançados, destacando o comprometimento de toda a equipe no cumprimento da missão. “Ao avaliar os números, vemos que é indiscutível o valor do apoio do Sebrae à micro e pequena empresa. O ano de 2023 aponta a excelência dos atendimentos e a tendência à ampliação ao quantitativo de nossos clientes. Acredito que em 2024 venceremos novos desafios, fortalecendo ainda mais os micro e pequenos negócios e realizando grandes parcerias”, projetou. “Tudo isso, só é possível graças ao comprometimento de cada colaborador e colaboradora que se propõe a fazer da Bahia um polo de empreendedorismo, inovação e desenvolvimento econômico e social a partir dos grandes pequenos negócios”, finalizou.

Destaques

A agenda do Sebrae Bahia, em 2023, foi extensa e repleta de ações de impacto positivo para os negócios de milhares de empreendedores do estado. Seguem algumas das principais ações executadas este ano, com o objetivo de impulsionar a micro e pequena empresa na Bahia:

SebraeEcos – Em 24 de outubro, a entidade inaugurou a primeira unidade do SebraEcos no estado. Em parceria com a Prefeitura de Salvador, o SebraeEcos, unidade com foco em ESG, está localizado no Espaço Colabore no Parque da Cidade, no Itaigara. Sustentabilidade e inovação são a meta central do equipamento.

Bahia Oil & Gas – Mais de 8 mil pessoas transitaram, de 24 a 26 de maio, pelos estandes e palestras do primeiro evento do Polo Sebrae Onshore, o Bahia Oil & Gas, em Salvador. O encontro viabilizou mais de 317 rodadas de negócios e o volume de negócios fechados foi de mais de R$ 59 milhões.

Bahia Expo & Negócios – Vitrine da indústria baiana, o evento ocorreu de 18 a 21 de maio, em Salvador, quando foram registradas mais 11,4 mil visitantes, dos quais 57,3% sendo público empresarial. Aconteceram mais de 117 eventos dentro da feira e houve mais de 200 horas de capacitações. A parceria do Sebrae com o Senac reuniu mais de 180 marcas baianas dos segmentos de alimentos, cosméticos, bebidas, moda e artesanato.

Educação Empreendedora – Os 10 anos do Programa Nacional de Educação Empreendedora do Sebrae foram celebrados em grande estilo, durante o II Encontro Nacional do Ecossistema de Educação Empreendedora, realizado nos dias 28 e 29 de setembro, em Costa do Sauípe. O evento reuniu representantes de entidades públicas e privadas de todo o país que, juntamente com o Sebrae, reafirmaram o poder transformador da educação.

Inovação e Tecnologia – A Bahia Tech Experience (BTX 2023) sagrou-se como o maior encontro de inovação e tecnologia do estado, de 28 a 30 de outubro, em Salvador. Os mais de 4 mil visitantes tiveram acesso a duelos de pitches, aquário de podcasts, rodadas de matchmaking, ambiente gamer, 100 startups expositoras e palestrantes dos Estados Unidos e de países europeus.

e-Agro – Em novembro, de 16 a 18, foi a vez de a produção rural baiana ganhar os holofotes, durante a maior feira de inovação, tecnologia agropecuária e geração de negócios da Bahia, promovida pelo Sebrae e pelo Sistema Faeb/Senar. Mais de 2,5 mil pessoas foram capacitadas por dia de evento e a estimativa da geração de negócios foi da ordem de R$ 15 milhões.

Economia Criativa – A Bahia é um dos estados mais musicais do país e, atento ao fato, o Sebrae realizou, em 28 de novembro, o I Encontro do Mercado da Música da Bahia. Músicos, cantores, produtores, empresários, dentre outros profissionais que atuam no ramo, discutiram os principais elementos que compõem e dinamizam o segmento, com o objetivo de acelerar carreiras e projetos artísticos. O evento, em parceria com a Educadora FM, foi um momento de reflexão sobre os novos rumos da música, enquanto negócio que movimenta US$ 12,7 bilhões no mercado mundial, e seus efeitos no mercado brasileiro e baiano.

Economia do Mar – Em 2023, o Sebrae deu continuidade ao Circuito Conexões Náuticas, com o objetivo de impulsionar o desenvolvimento do segmento por meio da dinamização da cadeia produtiva. O projeto contemplou oito municípios de quatro zonas turísticas do estado: Costa do Descobrimento (Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália); Costa das Baleias (Caravelas e Alcobaça); Costa do Dendê (Cairu e Camamu); e Costa do Cacau (Ilhéus e Canavieiras). Ao longo do ano, foram realizadas diversas ações, como o desenvolvimento do Plano de Aperfeiçoamento Empresarial e a criação da landing page com informações sobre o mercado. Além disso, o Sebrae participou do Salão Náutico Salvador com Grand Pavois, realizado de 14 a 19 de novembro.

Pesquisa

A pesquisa, inédita, Propósitos dos Afroempreendedores Baianos, elaborada pelo Sebrae Bahia, apontou, em novembro, que 71% do empreendedores negros do estado faturam até R$ 4 salários mínimos. A sondagem foi elaborada a partir de informações de clientes da organização, tanto os que ainda buscam formalização quanto os que já possuem negócios. O levantamento mostrou que 54% dos afroempreendedores são mulheres. Os dados são fundamentais para a compreensão do universo do afroempreendedorismo no estado da Bahia, centro da cultura afro no país, e foram analisados junto à sociedade no mês da consciência negra.

Parcerias

O Sebrae sempre dá as mãos a parceiros de peso para implementar ações que alavancam o crescimento da micro e pequena empresa. No dia 16 de novembro, a entidade assinou convênio de cooperação técnica com o Tribunal de Contas do Estado (TCE), com o objetivo de fortalecer a educação e contribuir para a orientação dos cidadãos sobre a importância de fiscalizar os recursos públicos.

Em julho, Sebrae e Secti firmaram convênio de R$ 2,8 milhões, para fortalecer o ecossistema baiano de empresas inovadoras, investindo na cultura empreendedora, no engajamento e na visibilidade desses negócios. Ao Sebrae coube o cumprimento dos objetivos, metas e cronograma de execução do plano de trabalho. A Secti é responsável pelo gerenciamento dos recursos financeiros.

Outra valiosa parceria celebrada foi o convênio com os Correios e Telégrafos, em 13 de julho. O documento celebra a cooperação com o objetivo de apoiar a operação logística de micro e pequenas empresas baianas.

O ano foi encerrado com uma importante reunião com o Governo do Estado da Bahia para a construção da Política Estadual de Micro e Pequena Empresa (MPE), nos dias 20 e 21/12. Reunindo dirigentes, representantes e técnicos do Sebrae Nacional e do Sebrae Bahia, junto a lideranças da Casa Civil, SETRE, SDE, SEFAZ, SEPLAN, SEAGRI, SDR e DESENBAHIA, o encontro buscou discutir e formatar a política estadual para os pequenos negócios, visando apresentar projetos para execução em parceria entre o Sebrae e o governo baiano.