Sebrae leva capacitações a 190 produtores rurais de Remanso e Pilão Arcado

0
264

Sebrae leva capacitações a 190 produtores rurais de Remanso e Pilão Arcado

Circuito Agro promoveu oficinas para comunidades rurais durante quatro dias

Por Carlos Humberto

Durante quatro dias, o Sebrae em Juazeiro, através do programa Circuito Agro, mobilizou 190 produtores rurais de sete comunidades das cidades de Remanso e Pilão Arcado, no Norte baiano, realizando oficinas de capacitação a produtores de três cadeias produtivas: pesca artesanal, apicultura e caprinovinocultura.

Os temas apresentados e debatidos tinham como foco as necessidades levantadas pelo Sebrae em estudos e diálogos preliminares junto às comunidades, e foram apresentados pelo analista técnico do Sebrae em Juazeiro, Edlan Amaral, que falou sobre empreendedorismo, gestão financeira, associativismo, vendas e redes sociais.

A presidente da Associação de Agricultores e Apicultores do Caldeirão do Café e Arredores, do município de Remanso, Elisângela Alves de Jesus, destacou os conceitos da palestra “Despertando para o Associativismo no Campo” como um marco para os associados da entidade se engajarem, cada vez mais, no desenvolvimento do processo produtivo para o bem comum de todos.

“Não tenho dúvida que os conhecimentos adquiridos nesta oficina vão nos capacitar para a vida toda e isso nós temos que agradecer ao Sebrae, nosso fiel parceiro”, enfatizou a produtora rural.

Esmon Rodrigues dos Passos, presidente da Associação Municipal de Apoio Comunitário e Beneficente (AMINA) de Sítio Vereda das Minas, em Remanso, considerou o evento transformador, a começar pelo tema “Seja um(a) Empreendedor(a) no Campo”.

Para ele, “as pessoas que aqui estiveram não serão mais as mesmas na labuta do campo. A partir desse momento, elas terão uma nova visão e irão entender a importância de sermos verdadeiros empreendedores valorizando cada vez mais a agricultura familiar” e, em nome das comunidades, o dirigente agradeceu ao Sebrae por “proporcionar a nossa gente conhecimentos tão importantes”.

De acordo com Edlan Amaral, coordenador do Circuito Agro na região, a cada capacitação realizada, percebe-se o quanto os produtores rurais precisam e almejam por qualificação.

“O Circuito Agro se consolida, portanto, como um importante esteio para o homem e a mulher do campo, seja na pesca, apicultura ou outra cadeia produtiva. Um trabalho que se inicia com o empoderamento desse público, percepção da sua importância e da necessidade de se enxergar como empreendedor, perpassando pelo trabalho em equipe e gestão profissional da sua atividade rural”, finalizou.