Sindicato reúne produtores rurais do Vale do São Francisco em evento com a participação de Renato Saraíva

0
69

Por Carlos Laerte / Clas Comunicação – Texto e Fotos

O Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina (SPR), mobilizou um público considerável nesta segunda-feira (27), na Fundação Nilo Coelho, com a apresentação da palestra “CCT 2024 – Perspectivas e Tendências para Produtores Rurais. O que esperar?” , proferida pelo jurista reconhecido nacionalmente, professor e ex-procurador do Ministério Público do Trabalho, Renato Saraíva.

Autor de várias obras relacionadas ao direito do trabalho, Saraíva mostrou alguns temas que poderão ser discutidos nas próximas negociações, entre os sindicatos patronais e de trabalhadores rurais, e sugeriu estratégias de adaptação às tendências emergentes no campo da produção rural.

Com uma linguagem simples e muita objetividade, o palestrante apresentou números atualizados, deu exemplos, contou histórias e tirou dúvidas do público formado também por contadores, encarregados de despesas e recursos humanos, advogados e profissionais de saúde e segurança do trabalho (SST).

“Este evento simboliza o esforço incessante do Sindicato em disponibilizar suporte e oportunidades educacionais para enriquecimento dos conhecimentos da categoria, visando o estabelecimento de um fórum para diálogos construtivos e a formação de redes de contato valiosas”, concluiu Renato Saraíva.

Realizada há 29 anos, a CCT – Convenção Coletiva do Trabalho da agricultura irrigada do Vale do São Francisco, vai responder em 2024, pelas negociações de 85 cláusulas entre mais de 6 mil pequenos, médios e grandes produtores rurais e cerca de 120 mil trabalhadores rurais de municípios, a exemplo de Juazeiro, Sento-Sé, Curaçá, Casa Nova, Sobradinho e Abaré, na Bahia e Petrolina, Santa Maria da Boa Vista, Lagoa Grande e Belém do São Francisco, Cabrobó e Orocó, em Pernambuco.