Tradição, forró e muita diversão marcam abertura do projeto junino de escola municipal em juazeiro

0
455

Tradição, forró e muita diversão marcam abertura do projeto junino de escola municipal em juazeiro

Texto: Camila Santana – Ascom/Seduc/PMJ – Fotos: Ícaro Alexandre

Com o mês de junho se aproximando, as comemorações dos festejos juninos passam a compor a programação pedagógica das escolas da rede municipal de ensino de Juazeiro. A Escola Municipal Anália Barbosa de Souza, localizada no bairro Antônio Guilhermino, lançou nesta sexta-feira (26), o projeto junino da unidade de ensino com o tema: ‘Viajando pelo Nordeste’, reunindo tradição, informação e muita diversão.

O cenário decorado com bandeirolas coloridas, tecidos de chita e elementos que fazem referência à cultura nordestina, recepcionou os alunos do Ensino Fundamental II, e Jovens e Adultos (EJA), ao som de muito forró pé de serra, animando a comunidade escolar, que contará com programação recreativa até o dia 14 de julho, período em que o projeto apresentará sua culminância realizando uma Feira, que contará com área de exposições das atividades desenvolvidas, e mostra de produtos e elementos do nordeste.

De acordo com a gestora da Escola Anália Barbosa, Adriana Menezes, o projeto foi pensado para unir os festejos juninos com os conteúdos trabalhados em sala de aula sobre a região nordeste. “Nós aproveitamos o contexto do São João, para trabalhar os estados do nordeste, apresentando a cultura, economia, história e demais elementos correspondentes a cada estado, aproximando os estudantes da diversidade sociocultural que constitui a região que pertencemos. A ideia é unir diversão na construção de conhecimento”, concluiu Adriana.

Presente na ocasião, a superintendente de Gestão Escolar, Programas e Projetos da Seduc, Maria Alexandrina Araújo, falou sobre a iniciativa. “A idealização desse projeto dialoga com a proposta de ensino do município, que investe cotidianamente em ações inovadoras e atrativas para o desenvolvimento da educação. Estou muito entusiasmada com os resultados exitosos que esta iniciativa trará, além de já inspirar outras escolas e motivar os estudantes a ampliarem os conhecimentos sobre a realidade a qual pertencemos e nos orgulhamos”, comentou Alexandrina.

A estudante da Escola Anália Barbosa, Joelma Silva Cruz, de 15 anos, avaliou a programação. “Eu me diverti muito e tenho aprendido bastante sobre a cultura nordestina. A escola está me ensinando sobre muitas coisas que eu não conhecia, finalizou Joelma.