Vitória perde invencibilidade dentro do Barradão para o Atlético GO

0
518
Da Redação – Jota Jota / Foto: Victor Ferreira-ECV

Em partida válida pela 6ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, jogaram no Barradão em Salvador as equipes do Vitória e do Atlético Goianiense, diante de um público de pouco mais de 29 mil torcedores presentes. Vitória e Atlético chegaram invictos para esta partida.

O Dragão não só venceu o Leão da Barra por 3 a 2, como quebrou a sua invencibilidade de cinco partidas, além de superar a defesa que não havia sofrido gols nas partidas anteriores.

Os goianos saíram na frente do marcador por dois tentos a zero com gols de Luiz Fernando e Tubarão ainda no primeiro tempo, o Vitória tentou a reação, mas foi para o intervalo sendo derrotado. Na etapa de complemento mais um belo gol de Oswaldo, Atlético Goianiense 2 a 1, mas em um descuido os atleticanos aumentaram para 3 a 1 com Tubarão.

O time de Léo Condé não se entregou e buscando o empate, conseguiu diminuir com Trelles para 3 a 2, e foi só. O Vitória perdeu seu primeiro jogo em plena comemoração do seu 124 aniversário comemorado no sábado 13. Mesmo com a derrota o Leão da Barra segue líder na competição e seu próximo jogo será contra o Mirassol no interior do estado de São Paulo.

FICHA TÉCNICA
Vitória 2 x 3 Atlético-GO
Série B – 6ª rodada
Local: Barradão, em Salvador (BA)
Data: 14/05/2023 (domingo)
Horário: 18h
Público: 29.107
Renda: R$535.790,00
Árbitro: João Vitor Gobi (SP)
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Leandro Matos Feitosa (ambos de SP)
Quarto árbitro: Josué Reis de Jesus Júnior
VAR: José Cláudio Rocha Filho (SP-FIFA)
Gols: Osvaldo e Trelles – (Vitória) / Luiz Fernando, Tubarão e Kelvin (Atlético GO)

Vitória: Lucas Arcanjo; Zeca (Raylan), Camutanga, Wagner Leonardo e Marcelo; Léo Gomes (Gegê), Rodrigo Andrade e Matheusinho (Rafinha); Zé Hugo (Diego Torres), Welder (Trelles) e Osvaldo. Técnico: Léo Condé.

Atlético-GO: Ronaldo; Rodrigo Soares, Lucas Gazal, Ramon Menezes (Emerson Santos) e Heron (Heron); Renato Alves, Rhaldney e Shaylon (David Braga); Bruno Tubarão (Marco Antonio), Igor Torres (Kelvin) e Luiz Fernando. Técnico: Alberto Valentim.