Por Ramáiana Leal/SECULTE

Na noite desta sexta-feira (30), foram classificadas as 12 canções concorrentes à final do 21° Festival Edésio Santos da Canção. O evento, que é uma promoção da Prefeitura Municipal de Juazeiro – através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes – homenageia os 60 anos da Bossa Nova, contou com a participação e interação do público.

O profissional de tráfego aéreo Valdir Gondim, se diz amante da Música Popular Brasileira e ficou empolgado com as apresentações musicais da segunda noite do Festival. “Primeiro fiquei encantado com a qualidade da Banda Base, depois gostei demais das músicas e como elas empolgaram o público. Acho que se tem uma coisa que merece continuação e investimento é esse festival. O município está de parabéns”, ressaltou Valdir.

O cantor e compositor Nilton Freitas, que colocou uma canção para concorrer em parceria com Alan Cleber, disse que o nível musical das canções estava elevado. “Um nível muito bom, gostei de umas seis músicas hoje. É um bom comércio o investimento em um festival de música, porque as pessoas participam, tem as reações efervescentes do público. Acho maravilhosa essa interação entre as pessoas. Na verdade, tudo que se relaciona à música eu acho bom.”, diverte-se Nilton.

A grande final do Festival Edésio Santos da Canção acontece neste sábado às 20h, no Centro de Cultura João Gilberto. Luiz Caldas fará o show de encerramento, cantando a Bossa Nova. Confira as 12 canções classificadas:

Não Passarão
Retrosofia
Inteiro
Mesmo em Desatino
Não é a solução
Mulheres de Água e Chão
Até o RIO chegar à Foz
Sobre a Saudade
Ponte pro mar
Anzol
Juazeiro da Bahia
O Yoga do Rio
Saudações jornalísticas