Com 22 anos, Jacó é esperança de gols ao lado de Nino Guerreiro

Por Carlos Humberto – texto e fotos

Com apenas 22 anos, o atacante Jacó foi apresentado pela diretoria da Juazeirense nesta quarta-feira 2 e participou normalmente das atividades com os novos colegas.

Nascido em Campos dos Goytacazes-RJ em 27 de fevereiro de 1996, Carlos Alberto Guimarães Filho ganhou o apelido de Jacó desde as divisões de base do Esporte Clube Bahia, onde iniciou carreira ao lados dos goleiros Douglas Pires e Dejair, que agora reencontra no seu novo clube. Também vestiu as camisas do Anapolina-GO, Cuiabá-MT, CSA-AL e Fluminense-BA.

Atacante Jacó em treino da Juazeirense (Foto:Agência CH)

Segundo ele, como atacante gosta de movimentação pelos lados, mas joga centralizado, se o técnico preferir.

Jacó estava no Goiás, onde participou da campanha de acesso do time goiano à Série A em 2018. Em sua chegada ao Cancão de Fogo, declarou: “Chego motivado, confiante, esperando fazer um grande ano”.

O atacante acredita que não terá dificuldade em readquirir a forma física, vez que atuou até o final da última temporada. “Não estou 100% em forma, mas estou me preparando, com a mente tranquila para enfrentar desafios” – avisou. Otimista, garante que 2019 “Tem tudo para ser um grande ano” – concluiu Jacó.