Falôôô... A opinião de Jota Jota

O futebol é mesmo uma caixinha de surpresas, mas não quando se trata do administrativo, quando a direção não vai bem, o time acaba padecendo em campo, e até mesmo a onda de boatos e comentários, prejudica intensamente o trabalho em todos os seus seguimentos. Por isso, acompanhamos, mas não apuramos, o que apregoou, maior fofoqueira do mundo esportivo, chamada Rádio Corredor, afirmando que a Juazeirense, logo no início da temporada, passou por problemas sérios, com relação a tratamento de seus contratados, com alojamento e até alimentação.

Conhecendo o presidente como conheço, pode sim ter passado por problemas, mas não que os mesmos não tenham sido solucionados, mas é fato sim senhor, de que 2019, foi o pior de todos os começos de temporada do Cancão de Fogo, equipe cotada para ser a terceira força do futebol baiano, e que mais do que de-repente, vem sucumbindo em resultados no certame baiano, ostentando na atualidade, a lanterna na tábua de classificação, com apenas 2 pontos ganhos em 15 disputados.

A pergunta não se cala nas ruas de Juazeiro, nas redes sociais, nos telefonemas de amigos, e na imprensa da capital, que vem não acreditando, no que vem acontecendo com o time do Deputado Roberto Carlos, mesmo depois da atuação diante do Vasco, por ser uma outra competição, de abrangência nacional, a história do jogo, foi outra, desde os ânimos dos jogadores, à presença maciça dos torcedores no Adauto Moraes.

É preciso achar os trilhos novamente, antes que seja tarde demais. Já se foram cinco rodadas, e faltam apenas 4 a serem cumpridas, desde a sua fundação, da qual me orgulho de juntamente com cigano, organizando toda a documentação, e que fui um dos primeiros conselheiros (não atuante, moro em Salvador), que o time não passa por uma situação tão constrangedora, e preocupante, Roberto e seus pares de diretoria, sempre tiveram dificuldades, os elencos apresentaram altos e baixos, mas nunca tão baixos quanto agora, e olha que tem uma comissão técnica de respeito, e atletas conhecidos, e de boas apresentações, em times da mesma categoria do Cancão de Fogo.

Juazeiro, não pode perder de vez a sua segunda agremiação, já que mataram o JUAZEIRO SOCIAL CLUBE, a vaidade pessoal de determinadas pessoas e conselheiros, afundou o time no leiro do Velho Chico, que nem o Nego D’água, sabe onde ele está.

Longe de acontecer isso com a Juazeirense, que diga-se de passagem, não tem auxílio nenhum da iniciativa privada da cidade, a não ser os amigos e abnegados de Roberto Carlos o deputado, mas é esta Juazeirense, que proporciona aos torcedores da terra, e cidades vizinhas e até do Piauí, verem ver Botafogo e Vasco no Adautão, não acham que está mais do que na hora de ajudarem o clube? A esperança é a última que morre, e a direção do Cancão, precisa achar o caminho da recuperação, com a máxima URGÊNCIA.

#PRONTOFALEI.