Falôôô… A opinião de Jota Jota

Confirmando a superioridade do Bahia, o time de Enderson Moreira venceu pela segunda vez o Atlético de Alagoinhas, em uma das semifinais do certame baiano, classificando para a final, com direito de mandar o último jogo em casa.

Fora uma partida confusa na etapa inicial, onde o Carcará confundiu marcação dura, com violência, e teve um jogador expulso logo aos 10 minutos, o que veio a complicar um pouco a partida. Mas valeu a serenidade do árbitro, que aos poucos controlou os ânimos.

Como era de se esperar, acabou dando a lógica, o Bahia tem um elenco mais qualificado, e finanças indiscutíveis, enquanto o Atlético mostrou garra e vontade durante todo o jogo, o que lhe rendeu aplausos ao final, pelo reconhecimento do torcedor, compreendendo que não faltou vontade.

Agora o tricolor da capital, no certame baiano, fica a espera do seu adversário, que vai ser conhecido no domingo 31, quando o Bahia de Feira, recebe o Primeiro Passo de Vitória da Conquista, partida marcada para a Arena Cajueiro em Feira de Santana.

Um jogo totalmente em aberto, haja vista terem empatado o primeiro jogo, disputado em Conquista, agora um empate no tempo normal, levará a classificação para os pênaltis, estará classificado, quem vencer a partida no tempo regulamentar. E dois jogos entre ambos, o Bahia de Feira venceu um, e acabou empatando o outro, e continua invicto atuando em seu estádio, que tem grama sintética, o que lhe favorece e muito, contra seus adversários. A Federação Bahia de Futebol, cerca o jogo com todo cuidado, pois quer manter a lisura da competição, mesmo tendo reclamações duras, contra os homens do apito.

No primeiro jogo, em dois lances em Conquista, aconteceram reclamações contundentes dos dois clubes, no pênalti marcado contra o Bahia de Feira, que segundo o ex-árbitro Rosalvo da Silva Motta, hoje comentarista de arbitragem de rádio, revela ter sido cometido fora da área, e no lance, que seria o gol da virada do time da casa, o jogador Silvio estava impedido, portanto não houve a anulação do gol, e sim a interrupção da jogada. Mas são lances que acontecem no futebol, mesmo com a presença do VAR, que mais veio para confundir, do que para explicar.

Agora é esperar, quem vai ser o adversário do tricolor do fazendão, façam suas apostas.

#PRONTOFALEI