Falôôô... A opinião de Jota-Jota

A atual situação do Esporte Clube Vitoria tem causado dissabores incalculáveis e, por isso, foi realizada a AGE, que antecipou as eleições de setembro, visando a substituição imediata da diretoria atual pelos que forem eleitos, em primeiro ou segundo turno, marcados para o próximo dia 24 e, se necessário, dia 1º de maio.

A situação é tão caótica, administrativamente e no elenco de futebol, que diferentes grupos foram formados, onde até então desafetos sentaram-se junto às mesas e formaram alianças, deixando de lado as rugas do passado, mas tudo em benefício da agremiação. Composições foram feitas, acordos firmados visando retirar o clube deste momento inglório e totalmente desafortunado, onde tudo vem dando errado, há dois anos.

Claro que nem todos tem as mesmas ideias e propostas, mas o inteligente em tudo isso, é que o OBJETIVO é o mesmo, alavancar o clube, devolvendo-o aos seus melhores dias, mesmo que as vias tomadas, sejam diferentes.

Vimos em cada grupo, junções de expertises e da juventude, com o propósito de fazerem o melhor, embora saibamos, que nada vai acontecer da noite para o dia. Os problemas são grandes e vai precisar de muito esforço, e paciência, para que recursos sejam buscados, para normalizar as finanças do clube, assim, como na reparação do elenco de futebol, que o atual treinador, descartou a maioria.

Embora os correligionários busquem votos para seus escolhidos, e em campanha acaba valendo tudo, na cabeça da pule, os que serão responsáveis, sabem muito bem o que fazer.

Volto a dizer, quem em momentos passados renegou as ações de outrem, hoje se entendem, e em benefício do clube que amam, é claro que as eleições, serão disputadas por grupos opostos, e isso é DEMOCRACIA, a concorrência é necessária, para que se faça no futuro, uma oposição positiva, não com requintes de destruição, e impedimento da administração, ela deve existir para cobrar com inteligência, e exigir a transparência, tão fortemente pregada, todos sabemos, que toda unanimidade, além de prejudicial é estritamente burra.

Vale salientar que todos os postulantes aos cargos estão conscientes dos problemas que serão encontrados, as alegações de herança maldita não vai caber nos discursos. Estas uniões foram ponto positivo para que o clube possa retomar seu caminho, e que as divergências expurgadas, não sejam apenas, no período eleitoral, mas para o futuro, com o clube alcançando voos mais altos, e com céu de brigadeiro. QUE CONTINUEM FUMANDO O CACHIMBO DA PAZ, cada qual que escolha a qualidade do tabaco.

#PRONTOFALEI.