Juazeiro atinge 32,86% de vacinação contra Influenza

Débora Sousa/SESAU 

Neste sábado (04) as Unidades Básicas de Saúde de Juazeiro,  tanto da sede quanto do interior, estiveram abertas para realização do dia D de vacinação contra influenza. O objetivo foi oportunizar os públicos pertencentes ao grupo que não tem como buscar os serviços durante a semana nos postos de saúde. Ao todo 17.864 pessoas já foram vacinadas, totalizando 32.86% do público alvo.

Para chamar a atenção, em especial das crianças, os postos receberam ornamentação e brindes para que os pequenos não temessem tanto a vacina. A vendedora Valdicleia Lima dos Santos chegou cedo com seu filho Enzo  Miguel de 5 anos para vacinar antes de ir para o trabalho. “É mais uma oportunidade para nós que trabalhamos durante a semana em horário comercial e não temos como levar nossos filhos até as unidades. Estamos vendo que o momento é de alerta para todos os públicos pertencentes aos grupos prioritários, por isso é importante vir buscar a vacinação para realmente estarmos todos protegidos contra o vírus”, descreveu.

Outro grupo que procurou muito as unidades de saúde neste sábado em Juazeiro foi o de idosos. A senhora Maria Madalena da Paixão relata a importância da vacinação. “Todas as campanhas de imunização em que o idoso esteja inserido eu participo. É importante para nós,  tendo em vista  os casos de óbitos decorrentes do vírus H1N1, Não deixo passar em branco”, expressou a idosa.

Para o dia D de campanha foram enviadas mais de 10 mil doses da vacina para Juazeiro. “É um momento incisivo e de chamamento para o público pertencente aos grupos prioritários desta campanha para que busquem as Unidades Básicas de Saúde do município de Juazeiro e realizem a sua vacinação, O vírus está circulando em nossa região já temos casos confirmados de óbitos tanto na Bahia  quanto em Pernambucano,  este  ocorrido em Petrolina,  cidade vizinha da nossa. O alerta é para que  consigamos atingir os 90% de vacinação do público  alvo”, descreveu  a Superintendente da Vigilância  em Saúde,  Tatiane Malta.

Os públicos alvos são:  gestantes, puérperas,  crianças de seis meses a menores de seis anos, idosos a partir de 60 anos, trabalhadores da saúde,  professores,  povos indígenas, jovens e adolescentes de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas, pessoas  privadas de liberdade, funcionários do sistema prisional,  militares,  civis, bombeiros,  membros das forças armadas e guardas municipais.  A campanha de vacinação  segue até o dia 30 de maio e para garantir a imunização é  preciso  comparecer em uma Unidade de Saúde portando documento oficial com foto e cartão de vacina.