Começam as Eliminatórias Sul-Americanas, as mais emocionantes do planeta

Crédito: Conmebol

Arte: Conmebol

Nesta quinta-feira, 8 de outubro, começa a corrida de resistência para Qatar 2022! As seleções CONMEBOL estão preparadas e nenhuma é candidata nas Eliminatórias mais emparelhadas, difíceis e emocionantes do mundo.

Quatro lugares e meio estão em jogo e ninguém quer ficar de fora. Qatar é o novo destino e os representantes da CONMEBOL começarão sua jornada para o grande encontro universal de 2022.

Os jogos serão todos contra todos, em duas rodadas de ida e volta (local e visitante), entre outubro de 2020 e março de 2022.

Classificarão diretamente as primeiras quatro seleções melhor posicionadas na tabela acumulativa e a equipe que ficar em quinto lugar disputará por um boleto em um jogo de repescagem.

– Uruguai x Chile

Lugar:  Montevidéu

Hora: 19:45 hora local

Árbitro: Eber Aquino (PAR)

Estatísticas

  • Uruguai nunca perdeu como local para o Chile, com 21 triunfos e sete empates em 28 enfrentamentos.
  • Uruguai não perdeu nenhum dos 13 jogos disputados em 2019 (8V 5E); foi a 6ª vez que se manteve invicto em um ano inteiro, e este foi o de mais jogos: 1926 (4V), 1930 (4V 1E), 1967 (6V 5E), 1982 (2V 2E) e 1987 (4V).
  • Chile bateu Guiné por 3-2 no último jogo, em outubro de 2019; não tinha vencido nenhuma das suas anteriores sete partidas (3E 4D), incluindo uma derrota 0-1 contra Uruguai pela CONMEBOL Copa América.
  • Edinson Cavani, que não foi convocado para esta dupla jornada, foi o máximo goleador das Eliminatórias para a Copa do Mundo Rússia 2018, com 10 gols; anotou pelo menos o dobro que qualquer outro jogador do Uruguai (5, Luis Suárez).
  • 20 dos 23 gols do Chile nas Eliminatórias para Rússia 2018 foram anotados e/ou assistidos por Alexis Sánchez (7 gols, 4 assistências), Arturo Vidal (6 gols) ou Eduardo Vargas (5 gols).

– Paraguai x Peru

Lugar: Assunção

Hora: 19:30 hora local

Árbitro: Néstor Pitana (ARG)

Estatísticas

  • Peru derrotou Paraguai nos seus últimos seis duelos (2014-2019); é a melhor racha histórica contra o Paraguai e sua segunda maior racha frente qualquer seleção (7 vitórias consecutivas sobre Venezuela entre 1938 e 1989).
  • Paraguai perdeu quatro dos seus últimos cinco jogos como local pelas Eliminatórias (incluindo uma derrota 1-4 contra Peru); sendo sua pior racha histórica na competição.
  • Peru não ganhou nenhum dos últimos nove jogos como visitante entre todas as competições (4E 5D), porém nas Eliminatórias atravessa sua maior racha histórica sem derrotas fora de casa: cinco jogos (2V 3E), incluindo a goleada de 4-1 na sua última visita ao Paraguai.
  • Só Bolívia (18) anotou menos gols que Paraguai nas Eliminatórias para Rússia 2018: Albirroja marcou 19 gols (igual que Argentina e Venezuela).
  • Nas Eliminatórias para Rússia 2018, Peru foi a seleção com maior porcentagem de gols anotados de fora da área (21% – 5 de 24), apesar de ser a terceira seleção com menos tentativas de remate desde essa zona (91).

– Colômbia x Venezuela

Lugar: Barranquilla

Hora: 18:30 hora local

Árbitro: Guillermo Guerrero (EQU)

Estatísticas

  • Colômbia não perdeu nenhum dos seus últimos quatro jogos contra Venezuela (2V 2E); além disso, perdeu só uma vez como local contra a Vinhotinto (11V 2E): derrota de 0-1 em 2003, nas Eliminatórias para Alemanha 2006.
  • Colômbia manteve sua barreira invicta em 11 dos seus 14 jogos disputados em 2019 (8V 4E 2D); venceu por 1-0 os dois mais recentes (Peru e Equador, em novembro).
  • Venezuela ganhou seus últimos três jogos (contra Bolívia, Trinidad e Tobago e Japão); não consegue quatro vitórias consecutivas desde 2001 (versus Uruguai, Chile, Peru e Paraguai).
  • Colômbia foi a única seleção que não fez gols desde fora da área nas Eliminatórias para Rússia 2018.
  • Nove dos 19 gols da Venezuela nas Eliminatórias para Rússia 2018 foram em jogadas de bola parada – a maior porcentagem do torneio (47%).

– Brasil x Bolívia

Lugar: São Paulo

Hora: 21:30 hora local

Árbitro: Leodan Gonzalez (URU)

Estatísticas

  • Brasil se manteve invicto nos últimos quatro duelos contra a Bolívia, com um placar global de 12-0 (3V 1E); A Canarinha nunca perdeu da Verde como local (10V 2E).
  • Brasil nunca perdeu como local na história das Eliminatórias: 42 vitórias e 12 empates em 54 jogos disputados.
  • Bolívia ganhou só duas das suas últimas 22 partidas (7E 13D):
  • Brasil foi a seleção mais goleadora das Eliminatórias para Rússia 2018 (41 gols); anotou o máximo de gols no primeiro e segundo tempo (16 e 25, respectivamente) e o máximo de gols dentro e fora da área (35 e 6, respectivamente).
  • Bolívia foi a seleção que usou mais jogadores nas Eliminatórias para Rússia 2018; 56 jogadores disputaram pelo menos um jogo com a Verde no torneio.

– Argentina x Equador

Lugar: Buenos Aires

Hora: 21:10 hora local

Árbitro: Roberto Tobar (CHI)

Estatísticas

  • Argentina perdeu só um dos seus últimos oito duelos contra Equador (4V 3E), porém essa derrota foi precisamente a última vez que disputaram pelas Eliminatórias (0-2, em outubro de 2015, no Monumental).
  • Argentina anotou só 19 gols nas Eliminatórias para Rússia 2018, o 2º mínimo do torneio, junto com Venezuela e Paraguai (só superou os 18 gols da Bolívia); além disso, anotou menos gols no segundo tempo (6) que qualquer outra seleção.
  • Equador tem a terceira menor porcentagem de vitórias (12,7%) e a terceira maior porcentagem de derrotas (67,6%) como visita nas Eliminatórias CONMEBOL (9V 14E 48D).
  • Lautaro Martínez é o máximo goleador da ‘Era Scaloni’, com nove gols; seguido por Lionel Messi (5) e Sergio Aguero (3), enquanto Paulo Dybala é o que tem mais assistências neste ciclo (4).
  • Entre Felipe Caicedo (7 gols) e Enner Valencia (5 gols e 2 assistências) participaram em 14 dos 26 gols do Equador nas Eliminatórias Sul-Americanas para Rússia 2018.