FALÔÔÔ... A OPINIÃO DE JOTA JOTA
Jota Jota

O que não faz uma canetada de um juiz do TRT da 7ª Vara, sem que se saiba se a caneta era azul, para provocar uma reviravolta monstruosa no Campeonato Baiano de 2021, devido a intervenção do Sindicato dos Atletas Profissionais da Bahia, que entrou com o pedido da suspensão da partida Jacuipense e Bahia, pela última rodada na fase de classificação do certame.

A atitude sindical apenas atendeu à solicitação do Bahia, que pediu adiamento junto a FBF, que negou a solicitação. Aí, como em 1999, achou-se um laranja, ainda em atividade, uma vez que o Clube de Regatas Itapagipe não existe mais, então hora em vez de um sindicato presidido por um ex-atleta do tricolor baiano ser o protagonista do fatídico acontecimento.

Dentro do contexto da liminar pedida, existem contraditórios claros, dentre eles do Bahia não poder jogar sem que se obedeça às 66 horas de intervalo entre uma partida e outra, porque não houve este impedimento quando ele jogou no sábado a Lampions League e no domingo o certame baiano? Por estas e outras, é que notamos a pequenez do nosso futebol.

A verdade é se não sabes brincar, por favor não desça para o playground, não iniciasse a competição com alternativo, e agora passar por este vexame, querendo ofuscar a campanha dos clubes do interior, que vão muito bem obrigado, e com uma probabilidade tremenda de se ter uma semifinal totalmente caipira, tão boa quanto as festas de São João do interior. Como é fácil tirar o braço da seringa.

Uma ação trabalhista, que não é ilegal, mas sim IMORAL, devido as circunstâncias que a cercam.

#PRONTOFALEI@JOTAJOTA