Clube afirma que decisão foi tomada em “comum acordo” entre as partes

Texto: Maria Akemi - Foto: Ivan Storti/Santos FC

Robinho não é mais jogador do Santos. Anunciado pelo Peixe no último sábado (10), ele nem estreou e teve seu contrato rescindindo na noite dessa sexta-feira (16). Segundo a nota oficial do clube, a decisão vem em “comum acordo”.

Desde o anúncio da contratação de Robinho, o Santos recebeu uma chuva de críticas. Robinho foi condenado pelo crime de estupro, na Itália. O caso aconteceu em 2013 e a condenação na 1ª instância saiu em 2017. Ele ainda recorre e alega inocência.

Contudo, hoje o Globo Esporte apresentou transcrições do processo. E nelas, Robinho ri da vítima. As mensagens pesaram e os patrocinadores do Santos pressionaram a Diretoria. Que apenas recuou porque teve medo de sentir no bolso.

Confira a seguir a nota do Santos:

“O Santos Futebol Clube e o atleta Robinho informam que, em comum acordo, resolveram suspender a validade do contrato firmado no último dia 10 de outubro para que o jogador possa se concentrar exclusivamente na sua defesa no processo que corre na Itália“.