Caso “George Floyd” foi destaque no noticiário e gerou onda de protesto nos Estados Unidos

Da Redação - Foto: Reuters

O futebol alemão tem sido o centro das atenções na Europa por ser a primeira grande liga a retomar as partidas em meio à pandemia. Nesse final de semana novamente a Bundesliga ficou no centro das atenções.

Mas não pelo futebol em si e sim pelos protestos por justiça a George Floyd. Negro de 46 anos, Floyd foi morto em Minneapolis sob custódia da polícia em um crime filmado e amplamente divulgado na internet.

McKennie levou protesto também para rede social (Foto: Reprodução)

Ontem (30) o norte-americano West McKennie, jogador do Schalke 04 usou uma braçadeira dizendo “Justiça para George”. Hoje foi a vez de Marcus Thuram, filho de Lilian Thuram a protestar.

Thuram marcou dois gols na vitória do Borussia Mönchengladbach sobre o Unior Berlin. Na comemoração do primeiro ele se ajoelhou e repetiu o gesto do jogador de futebol americano Colin Kaepernick.

É mais uma prova de que nunca será apenas um jogo. Tem muito mais envolvido nesse esporte.