Texto e fotos: Maria Akemi

Se a meta é revelar novos jogadores o time sub-20 do Petrolina já tem dois atletas os quais despontam como joias a serem lapidadas. Um desses talentos descobertos na peneira e que pode se tornar uma peça do profissional no próximo ano é o zagueiro Hebert, de apenas 17 anos, natural de Petrolina.

Apesar de ainda jovem, ele demonstra maturidade e segue focado. “É muito bom sentir essa sensação de clube grande. É uma satisfação enorme. Minha meta é ser titular e fazer uma boa competição”, disse.

Anderson se recupera de cirurgia e ainda não pode treinar com bola (Foto: Maria Akemi/Agência CH)

Outro jovem é o lateral Anderson, atleta que compôs o time profissional na campanha do acesso à Série A1, em 2018. Hoje ele se recupera de uma cirurgia e até a estreia deve estar apto a jogar.

“O Campeonato Pernambucano é uma grande vitrine, para os meninos que estão começando agora, de sonhar em se tornar profissional. Mas primeiro é pensar no objetivo aqui, ganhar o campeonato”, ressaltou.