Texto: Maria Akemi - Foto: FIFA/Divulgação

Acabou o mistério. A candidatura conjunta da Austrália e Nova Zelândia derrotou a Colômbia e sediará a Copa do Mundo de 2023. O anúncio foi feito pela FIFA no início dessa tarde (25). O próximo mundial feminino acontecerá na Oceania por 22 dos 35 votos disponíveis.

A candidatura conjunta era a favorita. Japão e Brasil abriram mão de estar na disputa por razões econômicas. A próxima Copa será inédita: é a primeira vez que 32 seleções estarão na disputa.