Da Redação – por Carlos Humberto
Rodallega contra o Santos 11092021 Foto Bruno Queiroz-ECB

Santos e Bahia empataram em 0 a 0, em jogo de muita movimentação na noite deste sábado (11), na Vila Belmiro, na primeira partida do returno do Campeonato Brasileiro 2021. Mais objetivo, o Tricolor dominou as ações na primeira etapa, enquanto o Peixe, que estreava o técnico Fábio Carille, se organizou e controlou o jogo no segundo tempo.

O ponto ganho melhorou o posicionamento das duas equipes na tabela de classificação, colocando o Santos, que não vence há sete jogos, no 13º lugar com 23 pontos, e o Bahia no 15º posto com 22.

Resenha

Embalado pela bela vitória sobre o Fortaleza no jogo anterior, o Bahia tentou surpreender o Santos no primeiro tempo adotando uma postura mais ofensiva, ao escalar dois goleadores, Gilberto e Rodallega no ataque. E não fosse mais uma boa atuação do goleiro João Paulo, o Tricolor da Boa Terra teria saído vencedor dos primeiros 45 minutos. Ao todo, foram sete chances criadas pelo time baiano, contra nenhuma do Peixe, que teve mais tempo de posse de bola – 62 contra 38% -, mas quase nenhuma efetividade.

O retrato do segundo tempo mudou e, como diz o hino santista, foi o Santos que passou a dar as cartas ao adiantar suas linhas para pressionar a saída de bola do Bahia. A nova postura do time da Vila, neutralizou o setor de criação do Bahia, obrigando o técnico Dabove a promover modificações em busca de soluções que não vieram.

Pelo que renderam nos dois tempos do combate, o empate pode ser considerado um resultado apropriado.

Segue a tabela

O Bahia volta a campo no próximo sábado (18), às 21 horas, para enfrentar o Bragantino em Pituaçu pela 21ª rodada. No mesmo dia e horário, o Santos visita o Ceará, no Castelão, em Fortaleza.

Resultados da 20ª rodada neste sábado:
América-MG 2×0 Athletico-PR
Juventude 1×2 Cuiabá
Red Bull Bragantino 1×2 Chapecoense
Santos 0x0 Bahia

FICHA TÉCNICA
Santos x Bahia
Brasileiro Série A – 20ª rodada
Data: 11 de setembro de 2021 (sábado)
Horário: 21 horas
Local: Vila Belmiro, Santos (SP)
Arbitragem: Paulo Cesar Zanovelli, Guilherme Dias Camilo e Felipe Alan Costa de Oliveira

Santos: João Paulo; Pará, Robson Reis (Danilo Boza), Wagner e Felipe Jonatan; Camacho, Pirani (Jean Mota), Carlos Sanchez e Marcos Guilherme (Marinho); Lucas Braga e Léo Baptistão (Raniel). Técnico: Fábio Carille

Bahia: Matheus Claus; Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Juninho Capixaba; Lucas Araújo (Patrick), Mugni (Matheus Bahia), Óscar Ruiz (Luizão) e Isnaldo (Raniele); Gilberto (Rodriguinho) e Rodallega. Técnico: Diego Dabove