Bahia 3 pontos somados

Por Jota Jota - Foto/Capa: Felipe Oliveira/ECBahia/Divulgação
Jota Jota

Diferente de outros inícios de campeonatos, o Bahia começou a série “A” do Brasileiro conseguindo um triunfo em casa diante do Coritiba, somando assim, os seus três primeiros pontos na tábua de classificação. Vale lembrar que o Tricolor tem um jogo a menos, pelo adiamento da partida contra o Botafogo, que seria jogada no Nilton Santos no Rio de Janeiro.

Valeram os três pontos. O que não valeu para o torcedor, mais uma vez, foi a atuação do time que voltou a claudicar e continua deixando muito a desejar, daquilo que se espera dos comandados de Roger Machado. Uma vitória apertada, sem que os setores de criação, e o ofensivo, atuassem bem.

Será que apenas a imprensa, e grande parte dos torcedores do Bahia, estão vendo a fragilidade do elenco, que Roger perdeu o “time”, não conseguindo dar qualidade e, muito menos, alterar o esquema tático, para fugir do que os adversários já perceberam, e vem neutralizando o tricolor? Não acredito, olhe que por mais que o treinador grite, ali do lado de fora das quatro linhas, o elenco não consegue realizar suas orientações.

Não acredito na troca do técnico. Pode até ser uma medida paliativa, mas que não vai solucionar o problema, que está visivelmente no elenco, que é improdutivo, ou embaixo deste angu, existe um caroço, será? O elenco não rende, não se entende, e sobrevive nos esforços de duas ou três peças, o que é muito pouco para o tamanho do Tricolor, e olhem que de há muito, venho colocando nesta coluna, um alerta para tudo isso.

Volto a dizer, deixem de tapar o sol com a peneira ao dizerem que estamos apenas começando a competição, e que ainda faltam 37 rodadas, e porque não dizer só faltam, as mesmas 37, tendo em vista, que nesta letárgica maneira de atuar, as complicações numéricas da tabela, vão aparecendo gradativamente, e quando os olhos forem realmente abertos, a vaca poderá ter ido para o brejo mais próximo.

Em todos os jogos, o Homem de Aço parece se deparar com criptonitas, aquela pedra verdinha que lhe tira as forças, e o pior é que Roger Machado está com dificuldades, pois o infectologista da direção, o Sr. Bellintani, não lhe deu vacinas (reforços), para que as forças sejam retomadas, e a demora é preocupante, já que sabemos ser o presidente metódico em suas decisões, que aliás dão muito certo fora de campo, agora precisa acertar nas quatro linhas.

Dos males o melhor, ou seja, três pontos somados em casa, o que é bom, pois somando em casa, e buscando alguns fora, a caminhada será mais tranquila, mas não com o que estamos a presenciar, arrume a casa presidente.

#PRONTOFALEI.