Por Jota Jota
Jota Jota

Como em outras partidas, o Bahia não começou diferente diante do Coritiba na noite de segunda-feira 16, no complemento da 21ª rodada, e por conta disso, levou um gol logo aos 2 minutos da primeira etapa, e em seguida fora sufocado pelo time paranaense, e por muito pouco, não toma o segundo gol, que dificultaria e muito a vida dos comandados de Mano Menezes.

A letargia durou cerca de 20 minutos, até que na beira do gramado, gritando muito e mostrando na prancheta o que realmente era preciso ser corrigido, o time do tricolor se reencontrou em campo e passou a atuar melhor que o Coxa, com maior número de finalizações, até que aos 32 minutos, chegou ao gol de empate com Élber, e o primeiro tempo foi para a conta com 1 a 1.

Gregore-Bahia-Coritiba-16112020-foto- Igor Barrankievcz-ECB

Na volta dos vestiários, embora tenha voltado imprimindo o seu ritmo, Mano Menezes não gostou do que viu até os 20 minutos, e mexeu no time, retirando Daniel, Fessim e Matheus Bahia, para entrada de Rodriguinho, Rossi e Zeca, para pressionar o Coritiba em seu próprio campo.

Os erros de passe, embora tenha tido maior posse de bola, e a desatenção do setor defensivo do Bahia, andaram preocupando na etapa final, e o Coritiba permanecia jogando por aquela mesma bola do primeiro tempo, querendo surpreender, o que não aconteceu. As mudanças de Mano foram dando certo, e Zeca que de há muito não entrava em campo, em um cruzamento para dentro da área, pegou todos de surpresa, inclusive o bom goleiro Wilson.

Dizem os mais antigos, “de virada é mais gostoso”.

E como era de se esperar, no final do jogo, o Coxa cresceu em busca do empate, mas o Bahia soube garantir o resultado, e a soma dos seis pontos em confronto direto, os do primeiro turno e os do segundo. Concordo com a opinião de Lino do SporTV, o Bahia não fora em momento nenhum, um time realmente brilhante, mas fora sim eficiente, e com isso conseguiu o quarto triunfo seguido, permanecendo na 9ª colocação, mas agora com 28 pontos ganhos.

Mais um resultado que dá ao treinador Mano Menezes um pouco mais de tranquilidade para continuar buscando sanar os erros constantes existentes no tricolor. Agora, sem a pressão de estar brigando para não chegar no Z-4, o trabalho tende a ficar mais suave, e os atletas mais calmos, e sabendo que podem dar o seu melhor em campo.

#PRONTOFALEI.