Falôôô... A opinião de Jota Jota
Jota Jota

Em confronto direto na Ilha do Retiro, o Bahia perdeu para o Sport por 2 a 0 e retorna à zona de rebaixamento no 17º lugar.

De novo o efeito vagalume no time tricolor, que fez um bom primeiro tempo, mantendo o placar sem abertura de contagem, e fora um pouco superior aos donos da casa.

Deu o time treinado por Dado Cavalcanti a falsa impressão de que na etapa de complemento poderia se superar ainda mais, buscando o único resultado que lhe interessava. A boa performance, ou a aceitável do tempo inicial, parece ter ficado nos vestiários, depois da preleção de intervalo. Foi o Sport de Jair Ventura quem voltou voando bem baixo, e prensando o tricolor em seu campo.

Outra vez repetiu-se a letargia de outros jogos, a lâmpada acesa no primeiro tempo voltou totalmente apagada no segundo, permitindo que os donos da casa fizessem dois gols, saindo da zona maldita, e para o seu lugar, empurrou o Bahia de Bellintani. De nada adiantaram as mudanças proferidas pelo treinador do time baiano, que não teve poder de reação, e por pouco não leva uma novo sapeca iaiá.

Agora é juntar os cacos, já pensando na partida do dia 28, quando receberá o Corinthians na Arena Fonte Nova, uma outra carne de pescoço, e que precisará ser amaciada de qualquer forma. Corinthians que vem brigando para entrar no bloco da Libertadores, e não vem para brincadeira, jogo como dizem os chefes de cozinha “PRÁ PIRÃO”.

Como diria o compositor Gonzaguinha… “E VAMOS À LUTA”

#PRONTOFALEI.

Foto/capa: Bruno Queiroz/ECBahia