Falôôô... A opinião de Jota Jota
Jota Jota

Aconteceu em Goiânia o que menos o torcedor do Bahia esperava, um empate entre o Atlético Goianiense e o Vasco da Gama, sem abertura de contagem, e com a soma deste pontinho, o clube de São Januário sai do Z-4, e empurra o Bahia para ser o primeiro da Zona.

A partida marcou a reestreia do técnico Vanderlei Luxemburgo no comando vascaíno.

Tudo bem, é apenas um ponto de diferença, mas o Atlético de Goiás é o próximo adversário do Bahia, lá no Planalto Central, este mesmo time que venceu o tricolor em Salvador, com gol de Jean, o goleiro formado na base do clube.

Depois de perder sete jogo seguidos, esta tragédia do Z-4 vinha sendo anunciada a cada rodada, já que o time do Bahia não vem dizendo para o que veio na série A do brasileiro, tendo somado até aqui apenas 28 pontos ganhos, em 84 disputados, uma porcentagem inaceitável para uma agremiação da envergadura do Bahia, que está na eminência de amargar uma série B em 2021.

Cada rodada desta reta final de competição será de suma importância para o tricolor baiano, que vai precisar de somar pontos dentro e fora de casa, se quiser mesmo permanecer na elite do futebol brasileiro.

Não foi falta de aviso, de apontar as falhas do elenco, antes mesmo de fechar as inscrições, e os reforços pedidos por Mano Menezes não chegaram, e o time ficou na mesmice do primeiro turno, jogando mal e sem poder de reação, contra quem quer que fosse.

Os jogadores do Bahia precisam mostrar em campo, a mesma força de vontade, que vem mostrando o Goiás em seus últimos jogos, e o Vasco da Gama diante do Dragão do bairro de Campinas, coisa que não vemos há muito tempo.

#PRONTOFALEI.

(O texto é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Agência CH)