Bahia sai na frente, sofre virada, reage e empata com o líder no Beira Rio

Da Redação

O Bahia visitou o Internacional neste domingo (6) no Beira Rio e conseguiu um importante resultado ao empatar em 2 a 2, em jogo de alternâncias no marcador. O campeão baiano saiu na frente, sofreu a virada e perdia a partida até o final do segundo tempo, quando aos 51 minutos, conquistou a igualdade em 2 a 2, resultado que valorizou a luta do tricolor.

Jogando na casa do adversário, e tendo no banco um técnico interino no comando, o Bahia adotou o contragolpe como estratégia para tentar surpreender o líder e, eventualmente, aproveitar um vacilo do adversário, o que conseguiu ao sair na frente do marcador através de Rodriguinho, que aproveitou erro de saída de bola do Inter.

O líder reagiu e virou para 2 a 1 através de Patrick e Thiago Carvalho, em pênalti questionado, mas confirmado pelo VAR. Nos acréscimos do 2º tempo, aos 51 minutos, Clayson, também de pênalti, definiu o placar em 2 a 2.

O Inter fecha a 8ª rodada como líder absoluto do Brasileirão, somando 17 pontos, 5 vitórias, 2 empates, 1 derrota e aproveitamento de 70,8%. Já o Bahia se manteve na 11ª colocação com 9 pontos.

Próximos jogos

Na próxima quinta-feira 10, as duas equipes voltam a campo em jogos da 9ª rodada. O Inter recebe o Ceará no Beira Rio, às 19h15, e no mesmo horário o Bahia recebe o Grêmio em Pituaçu.

FICHA TÉCNICA

Internacional 2 x 2 Bahia
Campeonato Brasileiro – Série A – 8ª rodada
Data: 6 de setembro de 2020 (domingo)
Horário: 16 horas
Local: Estádio Beira Rio (Porto Alegre-RS)
Gols: Rodriguinho (BAH), aos 20’, Patrick (INT), aos 27’ do 1º tempo. Thiago Galhardo (INT), aos 22’, de pênalti e Clayson (BAH), de pênalti, aos 51′ do 2º tempo.
Arbitragem: Bráulio da Silva Machado (SC), Neuza Inês Back (SP) e Éder Alexandre (SC)

Internacional: Marcelo Lomba, Saravia, Zé Gabriel, Victor Cuesta e Uendel (Rodinei); Johnny (Rodrigo Moledo), Edenilson, Boschilia (Marcos Guilherme) e D’Alessandro (Peglow); Patrick (Abel Hernández) e Thiago Galhardo. Técnico Eduardo Coudet

Bahia: Mateus Claus, Nino Paraíba, Ernando, Juninho e Juninho Capixaba; Ronaldo (Edson), Gregore, Daniel (Rossi) e Rodriguinho (Fessin); Elber e Gilberto (Clayson). Técnico: Claudio Prates