Falôôô… A opinião de Jota Jota

O Bahia foi a Maceió e praticamente decretou a queda do CSA, após vencer por 2 a 1, em um jogo em que o time da casa, atuava na partida de sua sobrevivência na série A, mas não deu, mesmo tendo realizado uma blitz, o CSA não conseguiu seu objetivo.

Sem ainda atuar bem, repetindo muitos erros, além do desentrosamento aparente, o Bahia aproveitou as duas oportunidades que teve, e garantiu o triunfo, que acaba com uma série sem ganhar uma partida, foram nove no total, entre empates e derrotas. Roger Machado, usou o que de melhor tinha nas mãos, e quando teve um jogador expulso no segundo tempo, precisou trocar peças, e buscar o resultado que lhe favoreceria.

E com uma roubada de bola, em que o atleta do CSA parou, pedindo uma falta que aos olhos do árbitro não aconteceu, e que o VAR confirmou a sua decisão, Arthur Kaique fez o gol do desempate, quando usaram a arma mortífera da maioria dos jogos do Bahia, a velocidade, e a troca de passes rápidos, bola açucarada para o goleador que não perdoou, bateu consciente, e venceu o bom goleiro Jordy.

Faltando duas rodadas, e com o empate do Fluminense, que vinha fungando no cangote do Bahia, em busca da vaga para a Sul Americana, o tricolor dá um passo decisivo, garantindo praticamente a vaga, o Bahia chegou aos 48 pontos ganhos, e o Fluminense tem apenas 42, aumentando a diferença para seis pontos, exatamente os que faltam ser disputados, mesmo perdendo as duas e o Fluminense vencendo, o Bahia pelos critérios de desempate, ficará à frente do clube carioca.

Foi um longo período de abstinência, que custou muito a cair, para que o torcedor possa ver a reta final do brasileirão, sem muita agonia, e preocupação, agora é atuar bem nos dois jogos finais, e terminar ainda na primeira página da tábua de classificação. Na estreia de Jacozinho como interino no CSA, o ex ídolo em campo, não conseguir ser TATÁ MUTEMA, o SALVADOR DA PÁTRIA.

#PRONTOFALEI.