Bahia vira sobre o Atlético Mineiro em noite brilhante do artilheiro Gilberto

Da Redação - Foto: Felipe Oliveira/ECB/Divulgação
Bahia de Elias vence Atlético Mineiro no Barradão em 19.out.2020 (Foto: Felipe Oliveira/ECB/Divulgação)

No fechamento da 17ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, o Bahia recebeu o Atlético Mineiro nesta segunda-feira 19, no Estádio Roberto Santos (Pituaçu), em Salvador e, após um segundo tempo de recuperação, bateu o adversário por 3 a 1, de virada.

Senhor das ações no primeiro tempo, o Atlético fez 1 a 0, através de Savarino. Gilberto, duas vezes, e Daniel fizeram gols do Tricolor, numa reação brilhante do time baiano na segunda etapa.

Sem perder para o Atlético desde 2003 atuando como mandante, o Bahia ampliou o tabu de 17 anos, subiu para a 12ª colocação com 19 pontos na tabela e impediu que o Atlético voltasse à liderança da competição, se mantendo no 3º lugar com 31 pontos.

O jogo

Com 69% de posse de bola contra 31% do Bahia, o Galo de Minas foi absoluto no primeiro tempo, como se existisse apenas uma equipe em campo. A vitória parcial por 1 a 0 não refletia a soberania do time mineiro sobre o campeão baiano.

No segundo tempo, no entanto, o Bahia mudou a postura e de atacado passou a ser atacante, em parte graças as trocas de jogadores pelo técnico interino Jairo Amaral, e uma aparente arrogância do time de Sampaoli que imaginava vencer a partida a qualquer momento.

Próximos jogos

No sábado 24, o Atlético recebe o Sport no Mineirão, às 21 horas. No domingo 25, Bahia e Fortaleza fazem mais um clássico do Nordeste, em Pituaçu.

FICHA TÉCNICA
Bahia x Atlético-MG
Campeonato Brasileiro – 17ª rodada

Local: Pituaçu (Salvador-BA)
Data: 19/10/2020 (segunda-feira)
Horário: 20 horas
Árbitro: Anderson Daronco (FIFA-RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (Fifa) e Michael Stanislau (ambos do RS)

Gols: Savarino (ATL) aos 20min do 1º tempo; Daniel (BAH) aos 23min; Gilberto (BAH) aos 34 e aos 43min do 2º tempo

Bahia: Douglas; Ernando (Nino Paraíba), Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Edson (Marco Antônio), Elias e Ramon (Daniel); Clayson (Gilberto) e Fessin (Alesson). Técnico: James Freitas (auxiliar).

Atlético-MG: Everson; Guga, Réver (Igor Rabelo), Junior Alonso e Guilherme Arana; Jair, Alan Franco e Nathan (Sávio); Savarino, Keno e Eduardo Sasha (Marrony). Técnico: Jorge Sampaoli.